quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Sing Star

Mesmo antes de o ano acabar e antes mesmo das festividades de maior houve ainda tempo para um serão agradável em casa da Cristina. A ideia era outra mas assim acabou por ser, fui lá de passagem enquanto não íamos para outros recantos e acabei por ter direito a uma noite de karaoke e crepes. A companhia era diversa e apesar da minha ignorância no que toca a muitos temas pelos vistos bem pop lá deu para o gasto. Quem não ficou sempre contente com a prestação que tive foi a Sílvia que gosta muito de ganhar e eu nem sempre ajudei nesse departamento.
Sei que a Playstation tem Sing Stars com outras músicas que conheço melhor, mas afinal eram os que tínhamos. Talvez quando fizerem um de Trip-hop ou algo assim eu tenha mais sucesso.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Curso de Fotografia 8


O domingo trouxe uma das minhas actuais actividades favoritas, o curso de fotografia, desta feita a ultima aula do curso básico. Desde Outubro que muito aprendi sobre fotografia e mais importante que isso conheci pessoas muito interessantes. Por serem animadas, espontâneas e de apreciarem as minhas maluqueiras. O dia foi inteiro para a fotografia. Começamos logo de manhã a apreciar fotos. Pode parecer seca mas se não soubermos o que está mal ou não numa fotografia é meio caminho andado para não se saber retratar bem um momento.
Depois tivemos um animado almoço com algumas compras e muita risada e durante a tarde deixamos o estúdio e fomos pelo Porto passear e entretermo-nos com a animação das ruas.
Acho que para além de tudo o que aprendi no curso há uma coisa muito boa que ganhei e que estava a precisar e os que me deram isso nem se aperceberam. Por isso muito obrigado!

domingo, 27 de dezembro de 2009

Natal


Este natal teve algo de inédito, a localização. Já passei o natal em muitos sítios, felizmente sempre com a família. Desta feita a companhia foi a do costume mas fomos para outro sítio passar as celebrações.
Rumamos para o interior em direcção à bila e sem apanharmos a afamada neve depressa chegamos ao destino. Paramos em vários apeadeiros para deixar comidas, prendas e sacos tendo uma paragem mais longa pela casa do meu irmão. Preparamos tudo e quando a hora chegava deslocamo-nos para o local do crime. Desta feita fomos para casa dos sogros do meu irmão, dado que é justo nas famílias ir passando ora com um lado da família, ora com o outro lado da família.
Com a comida na mesa, o bacalhau depressa parou nos pratos, com uma generosa camada de azeite e umas sedentas batatas cozidas. Não posso dizer que se fale demais, pois com a comida as pessoas centram-se no que têm à frente. O calor da lareira ajudou a manter o ambiente quente e não tardou chegou a altura das prendas. Posso dizer que tive um pequeno problema, a minha mãe esqueceu-se de uma boa parte das prendas no Porto, resultado. Algumas das minhas prendas ficaram pelo caminho e não só, o que me dificultou na componente de agradar as outras partes. Como se não bastasse as prendas que eram para a minha pessoa ficaram também na invicta. Como tal vi toda a gente com muitas novidades e eu com uma caneta, um dvd e uma garrafa de vinho do porto. Boas prendas mas fiquei um pouco desagradado, não deveria mas fiquei um bocado. Também não disse que era perfeito, temos todos defeitos.
No dia seguinte depois de uma dormida mais curta que o desejado tivemos ainda direito a um almoço de natal bem agradável. O problema destas festividades é sempre o mesmo, demoram sempre muito pouco a passar, e não tarda estávamos de regresso e a deixar algum do espírito de natal para trás.
Posso dizer que foi um agradável natal, mas não consigo esperar pelo ano novo, que para além de boas iguarias, promete uma excelente festa!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Tudo isto é Tuna

Após o meu saboroso e infelizmente curto jantar, saí para uma reportagem fotográfica. Atravessei a cidade (vá, as cidades dado que foi Matosinhos e o Porto) e fui para o local do espectáculo. Que era o festival da Tunafe, que para quem anda mais distraído é a tuna feminina de engenharia. No espectáculo ia ainda estar a Teup e como tal fui apreciar uns bons momentos e praticar a minha fotografia. Tenho a dizer que se o dinheiro me aparecesse como o suor durante um treino, gastaria muito mais dinheiro em material para a minha SLR, a ver se nestas situações era mais fácil tirar fotos nestes ambientes escuros.
Cheguei um bocado atrasado mas não pedi muito. O espectáculo começava às 21h e só cheguei depois das 22h, mas isso não foi impedimento para estar com muita gente conhecida à muito e acabada de conhecer. A sala estava bem composta, estando ainda alguma gente espalhada pelos corredores da sala, algo que é sempre muito gratificante de se ver. Já aconteceu ter salas mais vazias quando actuava e é algo que tira energia a quem actua. Já o contrário serve quase como um Red Bull para quem tem sono.
Eram quase 2h quando os prémios foram entregues e as pessoas começaram a ir para o aconchego dos seus lares. Já eu, dada a muita e agradável companhia fiquei-me para aproveitar a festa pós espectáculo. Houve comida e bebida com algumas iguarias e quando tínhamos o buxo mais composto seguimos para a festa em si.
Entre fotos, dançaricos, conversa, bebidas e outras tolices as horas passaram a correr. Quando vi que eram 5:30 achei que era melhor descansar algo dado que o domingo ainda tinha muito para me trazer. Saí do recinto para me deparar com uma temperatura aconchegante: 1ºC. Só soube dizer um seco: “Que gelo!”. Não estava tudo perdido que quando cheguei a casa a temperatura duplicou. Vá lá que no quarto as coisas estavam melhores.
Posso dizer que a noite foi bem passada, parabéns à Tunafe pelo festival e pela actuação, assim como à Teup, que sempre me traz gosto ver a minha tuna a tocar. Espero em breve ter mais...

domingo, 20 de dezembro de 2009

Jantar de natal


Este meu sábado foi um lusco-fusco, foi bem intenso. Depois de um dia mais ou menos descansado parti para um agradável jantar de natal com os amigos. Note-se que estava muito frio, mas nem isso pareceu incomodar demais as hostes que se aglomeraram em Matosinhos. O local do repasto tem-se mostrado uma boa escolha, quer pela quantidade quer pela qualidade da comida. O local é a Delícia da Mesa, que entre outras iguarias, tem um saboroso queijo derretido que, com umas tostas, sabe extremamente bem. O encontro até foi marcado para relativamente cedo, tendo em conta os parâmetros normais entre nós, pelas 20h lá estávamos nós. Posso dizer que a culpa foi minha dado que como ainda tinha outros sítios onde estar, tive de andar a correr.
Tivemos então um encontro curto, pelo menos da minha parte, dado que às 22h estava de saída. Felizmente o resto da malta aproveitou até às 2h o que acho ser extremamente positivo!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Cântico Negro de José Régio (por João Villaret)

As artes são um mundo interessante, retratam o mundo com milhares de olhos e disposições, temos bom, mau, assim assim. A poesia é algo que transmite muito e quando declamada efusivamente diz-me mais ainda. Acho que exemplos haveriam muitos, mas gosto particularmente desta declamação por João Villaret do "Canto Negro" de José Régio. Uma verdadeira pérola.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Noite em Lisboa



Hoje aproveitei o resto do dia para, após o trabalho ir tirar algumas fotografias na noite de Lisboa. Percorri a Avenida da Liberdade até ao Marquês e cheguei a uma pequena conclusão, preciso de um tripé decente. Tenho um pequeno e ridículo tripé que vai dando para coisas simples e pouco demoradas, no entanto, para exposições nocturnas mais longas não é minimamente adequado. Além disso estou a ver que tenho também de tratar de arranjar um disparador remoto para o meu subtil Parkinson não afectar as minhas fotografias.
Cada vez mais me convenço de quão difícil é fotografar, mas ao menos isso mostra que vou tendo mais sensibilidade para este assunto. O que só por si, já é positivo. Ficam então umas pequenas amostras e talvez num futuro próximo, com equipamento mais adequado, surjam fotos mais interessantes...

domingo, 13 de dezembro de 2009

Reuniões e almoços


Parece que estes últimos tempos só têm havido refeições abastadas o que felizmente é compensado pelo exercício que vou fazendo, caso contrário quando caísse na rua rebolaria...
A refeição que tive foi um largo almoço em Monte Real, tudo devido a uma reunião do departamento que juntou gente de norte e sul. Sendo que para não irmos sempre para Lisboa, têm se feito estes encontros a meio caminho. A reunião foi bem longa, a começar logo de manhã e a prolongar-se até às 14h, por isso quando eventualmente chegou a hora de comer, estávamos todos algo esfomeados. Falando por mim, que tive de acordar pelas 7:30, já tinha o estômago a roncar.
As iguarias eram algumas e estava tudo bem confeccionado e se ainda não visitaram o hotel de Monte Real depois do restauro, posso dizer que está muito bem e que se recomenda. Por isso se quiserem passar uns tempos fora, pode ser uma boa solução.
O almoço findou e não tardamos a rumar para o Porto, para voltar a casa depois de mais uma semana fora. Passar o Douro para entrar no Porto é uma sensação tão boa que nem se descreve.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Bairro alto


Esta quarta, estando mais uma vez em Lisboa achei que era por bem sair com os amigos. A verdade é que o projecto em que estou está no final e daí as minhas investidas para o sul. A próxima semana será a última deste ano lá baixo e depois de duas semanas de formação em Janeiro estou bastante mais livre e bastante mais em casa.
De qualquer modo ontem, aproveitamos o bom tempo e rumamos ao bairro alto para um jantar com gentes variadas, vá não é que fosse gente desconhecida mas ainda tinhas uma boa representação. Éramos sete, o número da plenitude, e fomos a uma cervejaria que tem um nome que teima em fugir-me da memória. Mesmo assim é um claustro ou convento recuperado o que dá ao espaço um ambiente bem peculiar.
Já se vêm algumas luzes de natal, mas acho que quer no Porto, quer em Lisboa o ano é de crise e as iluminações são muito contidas. Sendo que eu, que queria tirar uma data de fotos, vi-me gorado nas minhas expectativas e foquei-me nas pessoas e não no resto.
A comida estava agradável e era única, com os pratos de rango ou de moletes. O jantar é que passou depressa e ainda queria aproveitar um bocado a noite, mas quase todos estavam muito caseirinhos e por isso retornamos às respectivas bases.
Lá está, para a semana há mais!

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Curso de fotografia 7


Esta terça o dia era de feriado, mas em vez de ficar a descansar, como diria o bom senso, fui para mais uma saborosa aula de fotografia. Desta feita aproveitamos o tempo nublado mas não chuvoso para fotografar uma amostra do património da humanidade. Fomos então para a ribeira e por lá fomos treinando a nossa fotografia. Pode-se dizer que para isso o dia era bem difícil, dado que as nuvens iam sempre mudando e o dia passando, por isso nem sempre era fácil ver que luz usar.
É claro que isto pode ser conversa muito técnica e pouco adianta a quem não sabe, como é o meu caso. Mesmo assim ainda deu para tirar mais de 250 fotos em três horas, para o qual já sei que quantidade não é qualidade, mas acho que ainda houve algumas que se aproveitam.
A que fica aqui de amostra não é que seja boa, mas é só pelo teor mais cómico. As boas estão para aqui no disco à espera de serem um pouco refinadas.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Jantares...


Estas semanas de trabalho têm-me levado a terras mouriscas com alguma frequência. Esta semana não foi excepção, tal como não serão as próximas. Bem, é o que dá um grande projecto estar a chegar ao fim, há que verificar se tudo funciona e se não escapou nada a quem andou com as mãos na massa. Os dias têm sido bastantes recheados e passam depressa. No entanto a noite chega e há que ter alguma diversão, se não, não é uma vida muito saudável. Deste modo, a quarta teve um agradável convívio com a Sílvia e o Gaspar e uma refeição extremamente recheada. Relativamente a isso pode-se começar por dizer que duas pessoas comeram três pizzas com uma dimensão bastante considerável. A culpa é de um dia de trabalho bem grande e de boa companhia. Afinal vai-se falando, vai-se comendo, e quando se nota já se comeu mais que a dose semanal.
Não há mal, o dia seguinte é outro dia...e para a semana em princípio terei mais um bom convívio desta magnitude, quiçá melhor!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Agradáveis jantares

São as coisas que nos dão prazer que ficam na memória, entre muitas coisas que me dão isso mesmo está o meu estimado grupo de fados. Um grupo que tem um especial gosto pelo fado de Coimbra e especialmente da companhia uns dos outros. A celebrar isso mesmo esta segunda foi dia de jantar, um belo convívio num sítio onde aprendemos a chamar segunda casa, o afamado Novo Retiro das Antas. Lá há sempre uma calorosa recepção e gostam da nossa música e companhia. Além disso temos sempre o Sr. Guedes a tratar de nos banquetear com as suas performances de pente. Um espectáculo único e memorável.
Para a semana há mais, porque afinal, nós merecemos!

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Concerto Banda Filarmónica


O domingo teve no entanto uma outra actividade, que acima de tudo foi inesperada. Durante a minha tarde na casa da música a fotografar de tudo um pouco encontrei o pai da Cristina, ora com esse encontro lembrei-me do que elas tinham dito. Que havia um concerto organizado pela banda naquele domingo. A minha cabeça nem sempre se lembra de tudo e estava distraído com tudo aquilo. Mesmo assim, o sr. Tiago disse-me logo que se fosse ter com ele mais tarde, e tendo ele bilhetes de sobra, que me metia dentro da sala. Depois das minhas fotografias chegaram as manas e assim foi, entrei com elas e seguiram-se praticamente três horas muito bem passadas.
Acho que acima de tudo o facto de ter uma inesperada surpresa melhorou logo o ambiente, mas todo o concerto foi muito bom. Como não podia deixar de ser, e munido da minha SLR, tratei de tirar as fotos que podia. É claro que estou a aperceber-me que ainda tenho muito treino pela frente no que toca a fotografias de espectáculos, mas comparando com outras que tenho tirado, já me estou a aperceber melhor do que fazer e como fazer. Ainda tenho muito trabalho pela frente mas gostei de passear pela sala a fotografar o evento.
Obrigado pelo bilhete, e aqui ficam alguns momentos.

Curso Fotografia 6


Este domingo teve duas actividades muito interessantes. A primeira que é o objectivo deste post é a fotografia. Desta feita fomos para a casa da música e lá tiramos algumas fotos. É verdade que a chuva nem sempre ajudou e do lado de fora foram poucos os momentos para tirar partido das cores e da arquitectura. Mesmo assim houve pequenos momentos para tirar partido disso mesmo.
Além do exterior, e graças a uma casa aberta, tivemos ainda a caminhar pelos corredores da casa da música para colher algumas das vistas que não são muito normais.
Chegou à conclusão que a fotografia é um mundo cada vez mais difícil de perceber. Afinal de contas há tantos aspectos a ter em conta, mas ao menos começo a ficar um pouco mais atento a alguns desses aspectos. Agora, como tudo, é preciso muita prática e algumas orientações dos professores para ter uma melhoria contínua!

sábado, 28 de novembro de 2009

Saídas


Com umas frequentes saídas em trabalho, vejo-me afastado da minha cidade muitas vezes. Felizmente lá pelas terras mouriscas há entre muito trabalho, amigos que estão por lá a trabalhar, e como não consigo estar com eles muitas vezes é uma boa oportunidade para estar com eles.
Esta semana estive a, imagine-se, a ver o Porto-Chelsea o que para mim é algo estranho. Mesmo assim, foi um serão agradável na companhia de gente de bem. Já os outros dias foram mais calmos dado que o trabalho se estendeu um pouco mais.
De qualquer modo, o melhor destas saídas todas não é o que se passa lá em baixo no sul, mas o regresso. Passar a ponte e ter o Douro aos meus pés e o Porto a chegar-se a mim. As chegadas a casa são tão acolhedoras, ainda para mais quando se vive numa cidade que é património da Humanidade.
Por isso para quem vive no Porto, ou está cá de visita, aproveite pois é um local fantástico!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Curso Fotografia 5


 Este fim-de-semana foi particularmente preenchido com a vertente fotográfica. Devido ao fim-de-semana passado estar a chover, tivemos de transitar uma aula para esta semana. Assim, tivemos quer no sábado, quer no domingo alturas para tirar fotografias. No sábado estivemos dentro do estúdio a ver como se tirava fotografia em grande formato (embora já não seja muito normal usar-se isso pois era através de chapas e afins). A aula acabou por ser mais teórica que prática, mas mesmo assim deu para fazer algumas experiências interessantes.
Já o domingo foi bem mais interessante. Como o tempo estava a favor, deixamos a análise de fotografias para outra aula e saímos pelo Porto para ter mais prática que teoria. Percorremos uns bons metros, saindo do bolhão, passando pelos aliados, clérigos e indo até ao palácio de cristal. Foi uma boa volta que deu para tirar boas fotografias principalmente ao termos um profissional connosco que nos ia dando um importante feedback.
Acho que até tirei algumas fotografias interessantes, embora havia sempre alguma coisa que o professor dizia “pode tirar esta parte”, metendo um dedo em cima de parte do ecrã. É bom porque tirar é fácil, agora pôr é mais complicado.
Quando chegamos ao palácio o dia estava a findar e tiramos só algumas fotos, não tardou a vermos o sol desaparecer e a escuridão inundar o céu. Era altura para retornar à base.
Na caminhada para a escola passamos ainda no museu Soares dos Reis, dado que tinha lá livros ao preço da chuva, não comprei nada mas não deixei de ver o que havia. À saída apanhamos um pouco de chuva e eu que estava sem casaco fui o que fiquei mais molhadinho. Paramos na Sincelo na rua de Ceuta para nos aquecermos com um saboroso gelado e fizemos os últimos metros que faltavam.
Foi uma boa aula e fiquei contente com algumas fotos que tirei, mas cada vez mais vejo que não percebo nada disto. Ainda há muito a aprender...

domingo, 22 de novembro de 2009

Sábado festivo

 Para não ter me estender a descrever uma noite muito bem passada posso dizer que depois do meu curso de fotografia retornei a casa para um jantar em família. Afinal já não estava com o meu irmão e a minha cunhada. A conversa meteu-se e não faltou a saborosa mousse de chocolate, que tem sido feita com um chocolate muito mais forte, mais amargo e que curiosamente leva menos açúcar na receita.
Saí de casa e fui a Matosinhos ter com os amigos. Como seria de esperar, apesar de ter chegado às 22h, ainda nem tinham começado a comer o prato. A conversa seguiu-se e findo o jantar rumamos para o centro do Porto, que cada vez mais tem sido um sítio muito bom para se estar à noite. Passamos no Piolho e pelo salão de chá, qual rali das tascas.
Fiquei espantado com o parque, que estava cheio, apesar de ter dois pisos e ser bem grande. Estacionar foi uma tarefa algo dificultada.
Depois de muitas cervejas e outras bebidas saborosas os ânimos estavam elevados. Não sei porquê o meu gorro fez furor entre a malta.
Cristina... quero as fotos que tiraste para por aqui!

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

The Pen Story

Passou-me pelas mãos um reclame da Olympus muito castiço, que diga-se surgiu do curso de fotografia. Olhando para os dias, semanas, meses e anos que passam as fotografias gravam sempre, e cada vez mais, muitas memórias que algumas mantêm e outras passam. Como uma ode à companheira de viagens e guardadora de memórias, a fotografia.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Her Morning Elegance / Oren Lavie

Hoje uma amiga minha, enviou-me um vídeo bem curioso. Quer pela música quer principalmente pela componente gráfica. É algo que me agradou bastante e que achei que devia partilhar. Por isso aqui está.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Tia Alice


 Esta fim-de-semana foi bem activo, mas na desta vez saliento um agradável almoço à vinda de Lisboa que fiz com os meus pais. Como saímos da capital a uma hora mais tardia fizemos uma estratégica paragem em Fátima para enchermos o buxo e paramos num agradável restaurante também conhecido por Tia Alice. O espaço é bom e só tem o problema de estar sempre cheio, certo que o restaurante não é grande, o que o torna muito acolhedor, mas o facto da comida ser muito bem confeccionada leva muita gente àquele recanto.
Como o dia estava com boa luz aproveitei para tirar umas fotos, que cada vez mais exigem cuidado, enquadramentos e preocupações com luz, mas tudo isso dá-me gosto e prazer.
Mesmo assim não posso esquecer a companhia que tive na quinta e na sexta que tornaram os fins dos dias em Lisboa em serões muito agradáveis (embora esteja bastante cansado).
Mas voltando ao almoço este só acabou às 16:30 e por isso a chegada a casa foi ainda mais tardia. Vá lá que depois ainda pude descansar com os amigos num restaurante em Espinho.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Blogs Fotográficos


Para quem gostar de fotografia, ou apenas ver imagens mais interessantes ficam aqui dois blogs de duas meninas lá do curso de fotografia.
Os estilos das duas são algo distintos por isso a probabilidade de agradar a uma audiência mais alargada é maior.
Quanto às minhas fotos, e para ficar como as delas, implicaria algum trabalho em Photoshop, no entanto o tempo não tem abundado e como tal tenho de ficar com as imagens das primeiras impressões, daqui a uns tempos talvez trate de “limpar” mais umas imagens para partilhar com o mundo.
Fica aqui um pequeno momento que a Elsa apanhou enquanto eu tentava captar um bocadinho do Porto na minha câmara.
Quanto aos blogs, aqui estão:
Luminous photography
Photos byexinha

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Memórias - AM2

Passou-me pelas mãos um vídeo que trouxe algumas memórias dos tempos áureos da faculdade. Era o ano de 2001 e a disciplina era Análise Matemática 2. O professor era o José Armando Rodrigues Almeida, uma autêntica personagem que se lembrava das histórias mais mirabolantes. Chegamos a ter uma aula prática em que chegou uma colega nossa e como não havia cadeiras ele disse “Pode-se sentar aqui no meu colo!” com um tom de gozo, a rapariga disse que ia procurar uma cadeira, e assim o fez. No entanto penso que dá para ver o tipo de pessoa que se trata. Aqui está um pequeno excerto da última aula que ele deu, já este ano.
Para quem o teve como professor deve trazer algumas memórias, para os outros, deve ao menos dar para esboçar um sorriso.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Curso Fotografia 5


 Foi mais um domingo bem longo, com a tradicional aula de fotografia. Tivemos desta vez, e para quebrar a rotina das aulas teóricas, uma saída pelas ruas do Porto. Apesar de alguns chuviscos contidos e um céu muito nublado, fomos com a vontade do costume para aprender um pouco mais e tirar partido das nossas máquinas.
Começamos pela estação de S. bento que, tal como muitos edifícios da zona da baixa do Porto, tem uma beleza muito característica. Tínhamos um longo guião com algumas dezenas de exercícios para fazer durante a tarde, por isso não havia muito tempo a perder.
As experiências iam-se sucedendo e fomos mudando de localização, passamos depois para a Sé onde o ambiente também foi propício a mais umas dezenas de fotografias. Depois, quase sem repararmos terminamos as tarefas e ainda tivemos muito tempo livre para passear mais um pouco e tirar fotos ao nosso gosto. Os nossos passos levaram-nos à ponte D. Luís a qual para além da sua própria beleza dá para olhar para uma das mais belas cidades do mundo, o Porto.
Podia por aqui muitas fotografias, mas fica um pormenor de uma casa abandonada ao lado da ponte. Se quiserem mais terão de me pedir mais olhares do meu mundo.

domingo, 8 de novembro de 2009

PortusCalle 2009

A seguir a uma boa churrascada houve a grande festa. O Porto acorreu ao Coliseu e lá se passou a noite. Deparei-me com uma casa muito cheia, onde até nas galerias só se viam pessoas todas a puxarem para sua tuna favorita. A animação era muita assim como as pessoas e o ambiente era muito festivo.
De máquina em punho tratei de guardar os momentos com que me cruzava, como a actuação da TAFEP e principalmente da TEUP, enquanto passeava entre a sala e os camarins para aproveitar todo aquele ambiente. A organização da tuna esteve muito bem e penso que tudo correu pelo melhor, não vi quaisquer problemas tirando as burocracias do pessoal do Coliseu, mas que também são compreensíveis. O espectáculo foi seguindo e quando chegou a derradeira hora pude ver em primeira mão a actuação da tuna. Digo em primeira mão porque estava na zona da orquestra para fotografar o evento. Realmente não é um sítio muito ortodoxo para se ver um espectáculo e soube melhor ainda por ser da TEUP. Só posso dizer que gostei imenso da actuação deles assim como puder juntar-me a eles para o nosso querido “Engenharia”. Estar outra vez naquele palco para uma casa tão cheia foi muito reconfortante.
Parabéns TEUP pelo espectáculo, foi tudo muito sublime! E espero que para o ano possam nos dar outra boa surpresa como esta foi!


sábado, 7 de novembro de 2009

Churrasco da TEUP


A Tuna de Engenharia, também conhecida por TEUP é a minha tuna, foi lá onde andei e criei boas amizades e um ainda mais saudável gosto pela música. Apesar de já não estar a participar mais activamente, é com agrado que vou às ocasiões mais especiais, já que ainda tenho muito prazer em fazê-lo. No âmbito do PortusCalle 2009, o festival da TEUP, fui então ao churrasco que eles organizaram, que também foi para celebrar mais um aniversário da segunda tuna mais antiga da cidade do Porto.
O local foi o que se está a tornar familiar, o edifício da associação. Havia muita comida e bebida e acima de tudo havia muita gente conhecida e que já não via há algum tempo. Foram umas boas horas de convívio muito saudável que só pecaram por ser poucas, mas afinal, já todos sabemos que as coisas boas duram pouco tempo e esta não foi excepção.
Parabéns à TEUP, a minha querida tuna e que tal como os desejos que mandei para outras pessoas, que tenha muitos saudáveis aniversários!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Aniversário Golphituna



No meio de tantos convites que o grupo de fados tem tido, tivemos um que não necessitou que tivéssemos de actuar. Não é que não gostemos, pelo contrário, mas o mês de Outubro foi bastante desgastante e como tal já merecíamos uma pausa desta correria toda.
Então aproveitamos o convite da Golphituna (a tuna feminina do IPAM) para estar presentes no aniversário dela. Deslocamo-nos ao Blá Blá e lá entre música de várias tunas tivemos ainda direito a bolo de aniversário e a uma noite bem passada.
O ambiente era agradável e estávamos entre amigos, curiosamente até encontrei mais gente do que estava à espera.
A noite prolongou-se depois com muita música e dançarico.
Ficam então os meus parabéns à Golphituna pelo aniversário e espero que se repita por muitos anos!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Sushi


Ontem tive uma jantarada asiática com a malta da PT, mais precisamente comida japonesa. Desde que mudei de ares (laborais) o contacto com eles tem sido mais reduzido. Mesmo assim dada a longa ausência, tratamos de marcar este jantar. Fomos para um recanto aqui na cidade dos restaurantes aqui ao lado e por lá pedimos as nossas iguarias. Foram umas horas bem passadas, a começar pela comida e a continuar pela companhia.
Como o jantar soube a pouco ainda passamos pelo Tatami para mais dois dedos de conversa. E como tudo o que é bom passa depressa, não tardou a chegar a hora da caminha, até porque o dia seguinte é dia de trabalho e nós éramos todos muito responsáveis!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

O puerto...

A navegar pelo grande mundo da internet encontra-se de tudo, desde páginas institucionais, lojas, coisas menos próprias ou simplesmente divertidas. O que me veio parar às mãos foi um curioso vídeo de um portuense de gema. A qualidade não é de um filme de Hollywood, e aviso que termina com palavras que podem ferir susceptibilidades, mas achei por bem partilhar este pequeno momento cinéfilo.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Curso Fotografia 4


O meu domingo tem tido as aulas do meu curso de fotografia, e este domingo não foi excepção. Posso logo começar por dizer que é algo incrível ver o enorme mundo que a fotografia é. Tal como outros gostos que eu tenho, quanto mais me dedico a este, mais prazer me dá.
Esta sessão de formação foi mais focada na teoria do que na prática, na qual falamos principalmente em educação visual sobre a qual existem várias regras, que posteriormente poderemos seguir ou não. É claro que uma coisa é saber que existem “regras” e escolher não as seguir, outra é estar na ignorância completa.
Passamos por vários temas, como peso dos elementos, linhas e triangulação, regra dos terços e mais algumas. É claro que muita teoria serve de pouco se não tirarmos fotos, por isso para o próximo domingo temos só prática para treinarmos as nossas ideias. Espero que a chuva não esteja presente se não ficamos bastante mais limitados.
A fotografia que junto é uma só e não uma sobreposição de várias, é conhecida pela técnica de Strobe (efeito strobe), na qual é disparado um flash várias vezes num fundo muito escuro e tirando uma fotografia de longa duração. O resultado é o que se vê e quanto mais escuro for o ambiente melhor, no nosso caso não era assim tão escuro, daí  se notar o fundo.

Ps - Tenho de agradecer à Elsa (o blog dela aqui) que foi ela que tirou a foto, dado que estar a servir de modelo e tirar fotografias ao mesmo tempo dá mais trabalho.

sábado, 31 de outubro de 2009

Serenata Caloiro Engenharia

 Ontem tive uma das minhas actuações favoritas, a serena do caloiro de Engenharia. Foi neste ambiente que entrei em contacto com o fado de Coimbra. É claro que isso já foi à muitos anos e muitas coisas se passaram desde que entrei na faculdade, principalmente o facto de que na altura era mais um ouvinte e agora sou um dos que se faz ouvir.
De qualquer modo o que anteviu esse evento foi o jantar do caloiro, já é tradição haver o jantar seguido da serenata. Como não seria de esperar, lá fomos participar no repasto até porque este, apesar da comida não ser nada de extraordinário, a bebida e a companhia é.
As horas passaram e a meia-noite foi aproximando-se a passos largos. Assim, seguimos para o local que tem visto nos últimos anos a dita serenata. A plateia estava composta, os convidados instalados e as cordas começaram a soar. Foi uma actuação muito boa, não que tenha sido o topo de qualidade musical (dado o muito vinho do Porto que já corria nas veias de todos), mas o ambiente e a tertúlia foram de certo muito positivas.
A serenata passou e como a vontade de celebrar era grande, rumamos ao arraial de engenharia que decorria na alfândega. Lá, apesar de não estar muita gente, tivemos o prazer de conhecer gente nova e interessante. Foi uma grande noite, quer pela duração, quer pelas actividades.
Pena é hoje ter tido de acordar às 8:30, depois de me ter deitado às 7h da manhã. Pode-se dizer que foi uma boa sessão de sono. Pior que isso tudo é que o fim-de-semana ainda tem muito que se lhe diga e quase que digo que nunca mais chega segunda-feira.

Ps – A menina é a Carolina que no jantar nos ajudou a arranjar certas bebidas difíceis de arranjar, aquele obrigado Carolina!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

6 anos!!!

Foi à 6 anos que num desvaneio, pelos tempos da faculdade aderi a uma das funcionalidades da Web 2.0, os blogs. Na altura tudo era diferente. O curso a meio com tudo de bom que a faculdade tem.
Desde essa altura este blog viu muita coisa passar, boas e menos boas mas sempre com os meus olhos, com a minha visão.
Quem ainda lê os meus parabéns e contem que enquanto possa vou manter este meu diário de bordo, sabe-se lá se os netos quererão ler isto! :)

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Sarau de Engenharia


Esta terça-feira, apesar de ser uma semana de trabalho, foi dia de irmos animar as festividades no Sarau de Engenharia, que este ano teve a particularidade que se juntou com o Arraial de Engenharia. O local do evento foi na Alfândega do Porto, que muitos devem conhecer e no meu caso pude ainda conhecer mais por dentro este grande edifício da cidade do Porto.
Quando chegamos tivemos direito a um rápido jantar de algumas bifanas e não só, após o qual podemos saborear todo o ambiente que se fazia sentir na noite.
A gente era muito e o ânimo também e a par, quer da TUNAFE, quer da TEUP, tivemos uma curta mas saborosa actuação.
O dia seguinte era de trabalho mas ainda deu para saborear algumas delícias, como o vinho Boca de Sapo que a Ana estava a promover, se quiserem saber o contacto da adega é dizerem que isso também se arranja.
No entanto dadas as responsabilidades, não tardou a rumarmos a casa, para ver se o dia seguinte não era muito perdido.

ps - para quem quiser saber a vista é do parque de estacionamento da alfândega com vista para o Douro

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Novo Retiro das Antas


O dia de domingo teve ainda mais a dizer para além da fotografia, logo a seguir ao meu curso fui a correr para ter com a malta dos fados. O dia de hoje marcava o aniversário do pai do Sr. Guedes que é o dono do Novo Retiro das Antas, que tem sido basicamente a nossa segunda casa. Ao longo dos anos temos sempre sido muito bem recebidos lá e sentimo-nos verdadeiramente em casa.
Dada a festa, fomos fazer a nossa quota-parte para ajudar à festa e como tal, entre família e amigos lá se foram ouvindo guitarradas. O lanche ajantarado passou a correr, como é tão normal quando nos estamos a divertir, obviamente a comida também ajudava, para não falar da bebida. Nesta área o Sr. Guedes costuma ter o irritante vício de nos presentear com vinho do porto caseiro que faz sempre as delícias do grupo. É claro que o domingo tem um grande problema, chamado segunda-feira, a qual vem acompanhada de uma dose nem sempre saudável de trabalho.
Terça há mais...

domingo, 25 de outubro de 2009

Curso Fotografia 3


 Estes dias, apesar de andar sem dar grandes notícias têm sido bastante activos. Aliás, o mês de Outubro tem sido bastante recheado algo que se pode notar, entre outras coisas, pelo cansaço com que tenho andado. Mas como se diz, parar é morrer e este mês estive tudo menos morto.
Neste domingo tive mais uma grande sessão do curso de fotografia, foram 8 horas debruçado sobre alguns conceitos e muitas experiências. Pode-se dizer que acima de tudo o grupo é bastante agradável o que ajuda às várias horas a correrem sem grandes pausas e a um bom ritmo. Tive até uma pessoa que conhece uma amiga do meu irmão lá de Vila Real, é um mundo pequeno.
Fica então mais uma amostra, esta não tão dramática como as últimas.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Serenata do Caloiro da Academia (do Porto)


 Como tinha dito, o dia de domingo foi bem preenchido. Depois de uma sessão fotográfica de algumas horas fui participar em mais uma festa da Academia do Porto, sendo que o dia marcava o início do ano com a serenata do caloiro. Apesar de nos últimos anos esta ser na Sé do Porto, a grande afluência levou a mudar a festa para o local que vê a serenata da Queima das Fitas, a Cadeia da Relação na Cordoaria. Para quem conhece é uma bonita zona do Porto, mesmo ao lado da torre dos Clérigos, aquele símbolo tão emblemático do Porto. Por perto há ainda muitos restaurantes e bares que tornam o dia ou a noite em palco de festa.
Hoje era outro o palco que levou as pessoas àquele recanto da Invicta. Entre muitas pessoas e vários grupos de fados, como manda a tradição ficamos para o fim, pois sempre fechamos estas festividades. Era já pela uma da manhã que subimos a palco para mostrar o nosso gosto pela música, e assim foi. Vinte minutos depois estávamos bem mais felizes, principalmente depois de uma muito boa actuação.
A companhia foi muito boa e todo o momento mágico. Grande noite!

Curso Fotografia 2


Este domingo fui um dia muito ocupado. Quase que parece que as horas não chegavam para tanta actividade. Depois de uma curta actuação de manhã e de um almoço ainda mais curto, fui para uma tarde fotográfica. O curso de fotografia está a rolar e estamos a aprender coisas muito interessantes. Vários tipos de fotografia, que factores a ter em conta, que estratégias a utilizar. Posso dizer que é um mundo muito grande e com muito para se dizer. Só espero continuar a aprender por é realmente algo que estou a gostar muito.
Hoje estivemos a experimentar vários efeitos que se podem obter conjugando vários factores, sendo os básicos a velocidade de obturação, a abertura do diafragma e acima de tudo a criatividade.
Com a ajuda do professor fomos pelo caminho certo, evitando a trágica frase “estávamos ao pé do abismo e tomamos a decisão certa, demos um passo em frente”.
Sem reparar as quatro horas do curso passaram num flash (em algumas alturas literalmente) e tiramos umas fotos muito interessantes, como podem ver pela que tenho ai. De notar que a foto não tem qualquer efeito fotoshop, foi isso que a máquina captou sem "efeitos especiais".
Coisas interessantes pela frente!

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Serenata Enfermagem


Como prometido o dia de ontem teve direito a mais uma serenata. Realmente este mês de Outubro está a ser bem recheado. O dia de ontem teve como destino a escola de enfermagem. Nestes últimos anos temos sido convidados por eles sempre, e é com muito gosto que nos deslocamos lá.
Jantamos logo ali por perto da igreja de Cedofeita. O jantar foi no mínimo curioso, o empregado era muitas coisas mas uma delas que não tinha era educação, isso ou não gostava de estudantes. Um outro problema é que não tinha nada. Depois de duas garrafas não havia mais (da que queríamos), não havia quase mais comida. Bem foi curioso para dizer o mínimo.
De qualquer modo fomos após o jantar para o local da serenata e depois de umas curtas e vivazes preparações fomos para o “sacrifício”. Correu bem e a escola gostou. É nesta altura em que tudo parece que vale a pena, aquelas horas perdidas a ensaiar. Algo que quem está neste tipo de grupos bem sabe.
Agora há mais para a semana, desta vez para a Serenata da Academia no largo da Sé do Porto. Vai ser mais uma grande noite!

Curso Fotografia 1


Este domingo foi a primeira aula do meu curso de fotografia, esta primeira aula foi teórica. Tenho a reconhecer que não foi a mais enriquecedora por um simples motivo, muito do que se falou, que são dos conhecimentos mais básicos, já estão algo interiorizados dados os meus estudos recentes pelo fantástico mundo da internet. Falou-se de vários conceitos, como diafragma, obturador, distâncias focais, sensibilidades e outras coisas. Tudo conceitos que podem ler muito se quiserem.
Outro ponto positivo foi conhecer gente nova, a turma é basicamente composta por 10/12 pessoas (que vai variando já que as pessoas passam as vezes da aula da semana para a aula do fim-de-semana). Curioso é que até à gente mais de fora, a passar por Vila Real, Guimarães ou Vizela, sem esquecer uma sueca (pois é).
Agora é ir para as aulas e tirar o máximo destas experiências! Apesar de não ter sido falado nas aula, ao olhar para os portfolios de outros alunos já tirei umas ideias, como podem ver esta foto tirada na estação do Rossio (acho que era Rossio, afinal de contas estava distraído a tirar fotografias) quando lá fui à uns dias.

domingo, 11 de outubro de 2009

Serenata IPAM


Ontem, como já estava prometido, tivemos mais uma serenata, desta feita para o IPAM. Já tem sido tradição, estes vários anos ajudarmos na semana do caloiro deles e desta feita não foi excepção. Tivemos um abastado jantar e após a dita francesinha tratamos de ir para o coreto actuar. A hora local não era a habitual mas não foi isso que no incomodou.
Logo depois a festa como ainda estava curta seguimos para o Blá Blá onde estivemos muito bem acompanhados. Mas isso já são outras histórias. Afinal não pudemos dizer tudo de uma vez só.
A noite em si até nem foi tão longa porque afinal hoje há outras responsabilidades, nomeadamente o esperado curso de fotografia, mais uma actuação logo e ainda porque havia certas e determinadas pessoas que queriam retornar ao sossego do lar. E não, não era eu :)

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Serenata ISMAI


Ontem dei, com o grupo de fados início às hostilidades de um novo ano lectivo. Apesar de esses tempos áureos já estarem mais longe do que o que gostaria, tenho muito gosto quando vou participar nessas festas, em especial por puder fazer com o grupo algo que gosto, música.
A noite foi então reservada ao ISMAI que está a ter uma aproximação de engenharia por laços que os mais curiosos podem descobrir e como tal fomos nós lá para ajudar às festividades. O encontro foi na faculdade e lá esperamos que alguém nos viesse indicar o caminho para a Maia.
Na chegada tivemos um agradável jantar de bacalhau logo ao lado do ISMAI e depois zarpamos para o destino onde nos esperava uma atenta plateia e um vinho do Porto caseiro bastante saboroso.
Instrumentos afinados e vozes aquecidas permitiram dar início às melodias. O resto é para quem lá esteve. Sendo que o único problema foi mesmo acordar hoje de manhã.
Estes próximos tempos vão primar por este tipo de actuações e este fim-de-semana vou ter mais duas, sendo que quanto a isso, mais tarde escreverei os relatos.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Jantar DSI


Depois do fim-de-semana prolongado vinha o recomeço do trabalho, uma semana mais curta, graças ao feriado, mas que tal como as restantes requer, ora bem, trabalho. No entanto, dadas algumas reestruturações na empresa (embora nada que leve a suicídios como em França), vou mudar de chefe, como tal o departamento fez um jantar com toda a gente e tratamos de lhe dar uma pequena lembrança para não se esquecer de nós.
Como havia gente de Lisboa e do Porto e como ela (a chefa) estava por Lisboa, fizemos lá o jantar. Isso implicou que fossemos cinco aqui do Porto para estarmos lá todos sem levantar suspeitas. Pegamos num Prius da empresa e palmilhamos rapidamente (deixem-me salientar o rapidamente) os quilómetros até à capital. Como consequência do “rapidamente” à chegada tivemos algum tempo livre e passeamos pelas ruas de Lisboa, tempo esse que permitiu usufruir até de uma bela ginjinha com castanhas logo ali nos Restauradores.
Deu ainda para passear para outros sítios e dar uso à minha Alpha que cada vez mais está a dar frutos. É claro que ainda sai muita coisa ao lado, mas agora a minha única limitação tem sido a bateria que só dá para 500 fotografias. Dado que praticamente em um mês tirei mais de 2500 fotografias o que não está mal.
Bem, o tempo passou e chegou a hora do jantar e fomos para um restaurante italiano nos restauradores. O departamento que ontem contava com 15 pessoas tratou de providenciar um jantar animado e com muita boa disposição. Deu para conversar muito e quando a conversa deixou de interessar, isto é, quando se começou a falar de trabalho, decidimos retornar à invicta.
Saímos de Lisboa às 23:44 e pelas 2:05 estava no meu quarto. Note-se que ainda deixamos uma pessoa em Gondomar, ainda fomos à empresa buscar os nossos carros e depois ainda tivemos de ir para casa propriamente dito. Ainda bem que vim a dormir durante a curta viagem.
De tarde ainda tentei falar com o Gaspar, mas ele estava ocupado na sua actividade futebolística, isto porque passei pelo sítio onde no outro dia comemos, ou melhor ele e o Manel comeram caracóis. Mas agora em Outubro já tenho algumas visitas a Lisboa e por isso há espaço para combinar encontros.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Fim-de-semana recheado

Este fim-de-semana prolongado no meio de tantas actividades tive o início do meu curso de fotografia, quer dizer, foi um início mais de apresentação do curso e para atribuir os diplomas à malta que acabou o curso no ano anterior. Deu para ver uns trabalhos interessantes e para ter algumas interessantes para o que vou ter pela frente.
No entanto logo a seguir tive ainda direito a pegar na família e ir ter a Vila Real para ir ter com o meu irmão e cunhada. Tivemos assim um domingo e segunda-feira em família, dado que agora eles não virão tantas vezes à Invicta devido a novas actividades na agenda da Anabela.
Mesmo assim foi bom dar uma volta pelo douro, mais precisamente no Douro In um agradável restaurante na Régua.
Como o fim-de-semana ainda tinha muito para dar ainda tive o prazer de ir para o ensaio dos fados, dado que este mês de Outubro terei uma grande abundância de actuações. No entanto isso já serão outras coisas que acontecem.
Para quem quiser saber a menina bonita é a Catarina, filha da Clara que é uma amiga do meu irmão.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Cecília e Tux



Este sábado tive o prazer de participar numa grande festa, o casamento do Luís Santos, também conhecido por Tux. Com a companhia dos melhores amigos, partimos para Braga e lá nos esperava um grande dia. O casamento em si foi ao pé do estádio de Braga (o novo) numa igreja bem pequenina e acolhedora. Lá podemos ver largos quilos de arroz a serem gentilmente despejados por cima dos recém-casados. Como não contribui para o arrozal em si, ao menos estive ocupado a registar o momento para a posteridade. Posso até dizer que certas pessoas já se queixavam do Parkinson que aparentemente o meu dedo tinha.
Após o Luís e a Cecília ganharem um novo estatuto legal deixamos as paragens e seguimos para a quinta, ou melhor dizendo Solar (que tinha um nome que já me escapou à memória). A recepção correu bem e com a companhia dos amigos não tardamos a fazer as “asneiras” do costume. Porque afinal de contas, o que importa é a diversão.
Entre boa comida e muita bebida, a companhia de todos, as horas foram passando e muito bem. Deu ainda tempo para umas cantorias (e tive ainda o imbróglio de me esquecer da letra de uma música), incluindo o nosso querido hino de engenharia.
Com tanta animação faltou uma pequena componente, nem passei na mesa das sobremesas e frutas (eu e mais alguns), no entanto não há problema que estávamos todos animados com o resto da festa.
Agora resta-me desejar tudo de bom ao novo casal, esperando que quando eles precisarem de algo, que o digam. Que o andarem em Lisboa é mais difícil ouvir queixas em surdina.