domingo, 30 de março de 2008

Airsoft take 2


Este fim-de-semana tive uma nova experiência no mundo do airsoft. Desta vez fomos para um remoto sítio, para lá de Cabeceiras de Basto, para um jogo com maior duração. O jogo em si era desde Sábado de manhã até Domingo à hora de almoço, mas dadas as minhas reponsabilidades, e não só, fiquei-me pelas actividades de Sábado até à hora de jantar.
Esta segunda incursão já teve umas vantagens. Primeiro já tinhamos equipamento nosso, no entanto ainda se tem que afinar. Além disso havia mais gente. E tivemos também o ponto de termos não só gente do Porto, mas de um clube de Chaves. Boa gente, simpática e sempre pronta para comer :)
O dia em si foi passado no meio do mato, muito se andou e ainda se deram uso às armas. No entanto a organização podia ser melhor. O terreno era tão grande, e as informações tão poucas que muita gente andou muito perdida. Outros 2 pontos que não foram positivos foram um grupo de jogadores algo alucinados (possivelmente com raiva ou doença similar) e ainda alguns que tinham o "god mode" ligado. Bem, mas como o objectivo era a diversão não estava para me chatear.
No final do dia tivemos uma churrascada e logo depois voltei para a casa para o descanso e para as obrigações (cuidado a comeram salsichas sem mais nada...são agrassivas).
Para o próximo mês há mais...

ps - mais uma vez têm de ser fotos do CAM porque eu ainda não levei a máquina...

quarta-feira, 19 de março de 2008

Neve Grandvalira


Esta semana passada tive uma folga do trabalho. Fui durante uma semana para férias com os amigos. Os elementos que fizeram parte do “pobo” foram o Tiago, o Sérgio, o Luís (o artista), a Joana, a Carolina, a Isabel, o Pica, a Susana do Pica e a Susana. Ficamos os 10 perto de Soldeu e tivemos uma semana peculiar, em vários pontos.

Para começar a minha micro-ruptura na coxa deixou-me muito de pé atrás. Estava a ver que até nem podia fazer nada. No entanto dado que o que se trabalha não foi o músculo que eu tinha no estaleiro a coisa nem correu muito mal. No que toca ao tempo começamos muito mal. Neve e mais neve a cair e por pouco estava a ver que era uma semana flop. Apesar disso a sorte bafejou-nos e logo a partir do 2 dia de tarde tivemos sempre sol. Sim, aquele solzinho bronzeante e muito reconfortante, especialmente à hora de almoço.

Fazendo uma pequena pausa nesse ponto, muito se vê nessa hora ébria. Gentes de todas as terras a banharem-se no sol, as quais se salientam as oriundas da Europa de leste que teimavam em mostrar os troncos para todos verem. E antes fossem as meninas, mas não eram mesmo os senhores. Mas não se pode ter tudo, temos que nos sujeitar a esses tristes espetáculos.
Nos apartamentos deixaram algo a desejar. Não eram bem o anunciado mas serviram para o gasto. As travesseiras estilo folha de papel e as persianas que conseguiam tapar completamente metade da janela impediram que ficasse muito contente, mesmo assim, a máquina de lavar resolveu muitas eventuais disputas entre os inúmeros candidatos que se alinhavam para lavar a louça.

Retomando o assunto da semana, a neve, pode-se dizer que houve alguns temas que me deixaram muito contente. Um deles foi o conseguir esquiar sem problemas. Sim, porque como estava a minha perna cheguei a temer e muito pela minha mobilidade. Outro foi a quantidade de quilómetros que fizemos. Num dos dias (e fazendo uso das maravilhas dos GPS) fizemos mais de 50km. Como os feitos não acabaram tive ainda a oportunidade de conseguir chegar a uma alucinante velocidade de 75km/h (já sei Tiago, já estás farto de ouvir falar da minha marca), que em cima de dois palitos de 120cm é bastante :)
Continuando as notícias tivemos ainda a Susana a descer pistas pretas, a iniciar-se no maravilhoso mundo dos mini saltos e conseguir acompanhar os graúdos. Finalmente tivemos a Isabel que pondo os skis pela primeira vez nos pés conseguiu andar bem. Esperemos que para o próximo ano venha para as pistas vermelhas e não só connosco.

É claro que não foi só a neve que me deu muito agrado durante a semana. Tive outros pontos muito bons. Um dos mais importantes foi a companhia do menino Luís e da menina Joana, companheiros de Erasmus que deixam saudades frequentes. A presença do Luís trouxe muita coisa boa como a animação e expressões como o “pobo”, a Joana por seu lado fez vir ao de cima no nosso lado mais narcisista :) eh eh eh. Não podia deixar de falar da companhia dos restantes porque afinal toda a gente contribuiu para a festa. Porque afinal foi o estarmos todos lá que tornou o ambiente tão único.
Para finalizar as actividades tivemos ainda as tradicionais idas a Andorra La Vella, as idas ao supermercado de degustação que era habitado por funcionários portugueses (excelente sítio para lanchar...) e ainda a algo preocupante viagem de volta para o aeroporto de Girona. Quem disse que estradas de montanha se fazem depressa. Chegamos mesmo em cima da hora do voo levantar. É claro que o atraso de 2 horas que o voo sofreu alterou o panorama, mas quando estávamos em viagem nada sabíamos.
Bem, mesmo 6 dias a esquiar e um desgasto físico indescritível, já estou com saudades da neve, mais ainda por só para 2009 ter mais. Mas dado que os dias de férias são poucos e os destinos muitos lá teremos de viver com isso. Eh eh.
video