domingo, 27 de março de 2011

Avoriaz 6

Apesar da chatice com as malas houve a vantagem de uma calorosa, saborosa e surpreendente recepção no solo da Invicta. Umas boas férias sendo que amanhã espero ter as malas em minha posse, para arrumar aquela roupa que deve estar tão cheirosa depois de uns dias fechada num saco escuro e húmido.
Uma vinda apressada posso dizer que foi o que tive. Não pela componente de esperar em Genebra algumas horas pelo avião, mas por este sair atrasado e a minha ligação em Lisboa para o Porto ser muito a correr. Tanto a correr que ambas as malas ficaram pelo caminho. A viagem em si passou bem, apesar de cansativa. Sendo que me apercebi de um aspecto curioso, foi a primeira vez que fui numa viagem de avião sozinho. Não é que tenha receio ou algo assim, achei curioso é esse facto, porque normalmente levo sempre alguém comigo.

Amanhã tenho o regresso ao trabalho. Pode ser que possa descansar, já que entre exercício em abundância, uma cama péssima e um companheiro de quarto com uma ronca no nariz o descanso não foi muito.


PS - a última foto já foi o meu trabalho para o projecto das 52 semanas. A original tinha mais sol e outras coisas que não interessavam :D

sexta-feira, 25 de março de 2011

Avoriaz 5

O último dia a esquiar chegou depressa, nada de novo nessa vertente. O dia esteve um bocado mais frio com algumas nuvens a tapar o forte sol. Com a temperatura ainda mais quente que o desejado a neve manteve-se no estatuto de papa. Olhando para trás deu para fazer certa de 30/35 quilómetros por dia, o que tendo em conta que até havia estreantes não é nada mau. Mesmo assim se não fosse a pessoa mais experiente sentir-me-ia muito melhor. Dado que assim não deu para aprender tanto como queria. Mesmo assim houve a possibilidade de fazer experiências e gozar as belas montanhas que os Alpes têm.
Depois de almoçar ainda tratei de dar uma última volta a algumas lojas à procura de umas calças, mas ainda não encontrei o que queria, nem no tamanho que queria.
A última novidade do dia foi a chuva que começou e agora um forte nevão, vá lá que é da maneira que quem vem esta semana próxima tem neve para esquiar, porque ao ritmo que as coisas andavam mais duas semanas e toda a brancura desapareceria.
Agora vou tentar orientar a mala para amanhã não me custar tanto arrumar as minhas tralhas.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Avoriaz 4


Estes dias de neve têm sido algo bipolares, por um lado é fantástico estar a esquiar, por outro a temperatura não ajuda, isto é, tem estado muito quente e a qualidade da neve ressente-se e muito.
No final fico com uma janela de acção limitada. O grupo acorda cedo e tentamos sair logo para apanhar as primeiras horas da manhã, isto para apanhar a neve o melhor possível, dado que pela hora de almoço já só há papa.
Por outro lado tem dado para descansar, fazer dias de ski mais curtos e aproveitar o restante tempo para descansar e recarregar baterias para o trabalho que se avizinha. Amanhã temos o nosso último dia de ski, numa semana que como sempre passou a correr. É fatídico as férias serem sempre assim, e ainda bem, é sinal que estou feliz com o tempo que tenho, e que aproveito o que me é apresentado. Não tarda chegará o Sábado e terei uma longa viagem, com um transbordo por Lisboa, cortesia de um cancelamento do voo directo por parte da Tap.
Amanhã o dia quero dedicar a alguns saltos mais arrojados e que por muita adrenalina que tenham, acho que serão só de uns centímetros, algo que só quem faz é que sente.
Agora, a uma hora bem cedo, fico-me na cama e trato de dormir para repor energias para os próximos tempos.

terça-feira, 22 de março de 2011

Avoriaz 3

Já passaram 3 dias de ski, e tem sido tão rápido ao ponto de ontem nem ter dado para registar o momento. Bem, daria perfeitamente, mas a vontade de passar algum tempo a poupar os neurónios foi mais forte e por isso “desleixei-me” com outros pontos.
O dia de hoje, marcado pelo aniversário de certas pessoas, também contou com um bom dia de ski. Obviamente o sol em excesso tem feito encurtar as sessões de exercício, porque a neve já começa a ficar em papa e por isso prefiro focar-me no início do dia, quando a neve está boa, lisa e apetecível. De qualquer modo tem dado para passear pela fronteira, ora na Suíça, ora na França. Sempre acompanhado com a minha máquina e a minha sandes que faz as delícias ao almoço. Melhor dizendo, não faz assim tanto as delícias, mas o custo proibitivo das refeições nas pistas leva a tomar esta atitude.
Com os dias de ski mais curtos dá tempo para voltar para casa, arranjar-me antes do resto do grupo voltar e ainda ver relaxadamente um filme. Embora fosse apetecível ter companhia um belo momento de solidão também não faz mal, face à casa cheia com 7 pessoas.
De salientar a bebida que tomei ao almoço a acompanhar a sandes, um belo cálice de Porto, que para ser honesto, era um copo de champanhe cheio de Porto, mesmo assim era um agradável Burmester, que face onde estamos parece bem bom.

domingo, 20 de março de 2011

Avoriaz 2

Num pequeno apartamento com sete pessoas o espaço não abunda. Nem para as pessoas, nem para as tralhas de tanta gente. De qualquer modo, quando se quer arranja-se maneira e posso dizer que as minhas coisas estão bem arquivadas por baixo de uma das camas da sala.
A primeira manhã foi a complicação do costume, todos a procurar tudo o que precisam, o que não precisam e tudo mais.
Rumamos às pistas e tentamos tirar a ferrugem das pernas. Posso dizer que sendo a pessoa mais experiente este ano é algo desconcertante, é mais difícil de aprender o que quer que seja porque não tenho exemplos a seguir. É mais um esforço mental em lembrar-me do que tenho de fazer para melhorar e ir experimentando. Mesmo assim tenciono tirar sumo de toda esta semana e chegar ao fim dela mais rico em conhecimento.
Ainda para mais tive de tarde a fazer de guia para o resto do grupo e ainda deu para ir até à Suíça para fazer algumas pistas.
Decidi ir cedo para casa para descansar e tomar uma merecida banhoca, afinal amanhã há mais e não vale a pena cansar-me todo hoje.

sábado, 19 de março de 2011

Avoriaz 1


Um dia que começou cedo. Ainda nem 8 da manhã eram e já estava fora da cama. Tudo para começar esta minha viagem para terras francesas. O motivo era um já conhecido para esta altura do ano, esquiar. No entanto, face ao que tenho feito nos últimos anos (que tem sido só Andorra) decidi que o destino tinha de ser outro. Como tal achei por bem fazer um desvio para os Alpes, para a estância de Avoriaz.
Para lá chegar voei para Genebra e seguidamente fui de transfer para os apartamentos. Mas já no aeroporto tive um problema, chegaram os sacos, o meu incluído, mas os meus skis (que ainda por cima tive de pagar para os trazer) não estavam em nenhum lado. Ainda esperei um bom bocado mas nada. Fui então para a reclamação de bagagens e tratei de apresentar a minha queixa. Estava relativamente relaxado porque sendo um voo directo não havia muito sítio por onde perder o equipamento.
Tratadas as burocracias, saí e encontrei-me com o resto do grupo para seguir para a estância. A viagem não demorou muito e lá chegamos ao destino com um nevão em cima de nós. A neve a cair, acompanhado das pesadas malas tornou uma curta distância de 300 metros num penoso passeio, que depois de tanto quilómetro todos os metros pesavam.
Seguiram-se mais burocracias, nomeadamente o equipamento do resto do grupo, os forfaits, o apartamento e obviamente comida.
O resto do dia passou a correr, mas felizmente ao final telefonaram a dizer que tinham encontrado os meus skis e que estavam a vir, fui buscá-los e o ânimo para o dia de ski que se avizinhava foi logo outro.

sexta-feira, 18 de março de 2011

A simplicidade da inocência

As crianças são fantásticas, na sua curiosidade, reacções, acções e tantas outras coisas. Deparei-me com um vídeo que não passa sem me deixar com um sorriso. Se quiserem sorrir é só ver este bebé em acção.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Carrinha da felicidade

Parece que quando se quer é tão simples trazer felicidade aos demais. Parece também que a nível de publicidade funciona muito bem :D

quarta-feira, 16 de março de 2011

RTP Fail

É sempre bom ver que gente quase inteligente está em todo o lado e que males catastróficos podem acontecer com todos. No entanto confundir um desporto com um carro e nomeadamente com só um modelo de carro ter uma benesse a nível de IVA não parece um bocado estranho?
Às gentes da RTP1 parece que não e daí ter saído esta pérola.
Para quem não percebe o Governo baixou o iva do golfe (note-se desporto) de 23% para 6%, no entanto a RTP pensava que o governo estava a falar do Golf (automóvel).

terça-feira, 15 de março de 2011

Orgãos por encomenda?

A ciência evolui a um ritmo certamente exponencial e a medicina não é excepção. Um dos flagelos que temos é a falta de orgãos para pessoas que deles precisam. Mesmo no caso quando eles existem podem ainda ser rejeitados ou obrigam quem os recebe de estar com uma medicação constante.
No entanto há quem se lembre de outra coisa, criar orgãos praticamente "do nada". Aqui está um pequeno vídeo muito inspirador e que espero dentro de uma década ser "uso corrente" da nossa sociedade.

Vejam esta maravilha aqui.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Buena Vista Social Club

A semana passada contou com um espectáculo muito apreciado e que já queria assistir há muito tempo, mais precisamente a orquestra Buena Vista Social Club.
Um grupo que começou com um conjunto de amigos a relembrar um clube dos tempos pré-revolução cubana e todo o ambiente boémio que existia.
A formação do grupo tem sido alterada dado que alguns elementos vão partindo, depois de uma longa vida. No entanto a essência é a mesma e a música bem agradável aos ouvidos.
Foi um belo serão com umas vistas boas. No espectáculo ainda deu para tirar fotos, mas a falta de tempo não me deixa por o que tirei pelas internets.
Para quem esteve no Coliseu sabe quão bom foi ver tanta gente a dançar a ritmos cubanos, e para quem lá não esteve, ficará para a próxima.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Judo - desporto bem saudável!

Parece que para além de melhorar a condição física, o Judo ajuda também a estimular o cérebro. Pelo menos é o que se diz por ai...
Pode ser que seja da maneira que se aproveite algo da minha cabeça :D

quarta-feira, 9 de março de 2011

Festa de Carnaval

Tenho a dizer antes de mais que as festividades de carnaval sempre me passaram muito ao lado. Provavelmente por lá em casa não se ligar muito às mesmas. No entanto, este ano, movido por muita vontade achei por bem juntar-me às festividades e procurar, acima de tudo, a diversão.
O resultado foi variado, mas começou com um belo jantar promovido pelo João. As pessoas eram algumas e o local algures na baixa, viu estranhas personagens a chegar.
Eu, provavelmente devido à nostalgia, fui buscar aos arrumos o meu kimono do Kendo e lá fui mostrar pela rua o meu fascínio pela cultura nipónica.
O jantar foi bem divertido e ao sairmos, enquanto a malta foi a um bar, fomos passar numa outra festa, desta feita do orfeão do Porto, afinal havia vários pontos para picar :D
Muita dança, muita animação, e parece que até o meu pé de chumbo ganhou alguma leveza!

Em suma, uma longa e inesquecível noite, acima de tudo, com excelente companhia.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Ser um exemplo...

Saltou-me este vídeo para as vistas e já é algo que há algum tempo me apercebi. Temos de ser um exemplo em tudo que fazemos, pois há sempre importantes olhos em cima de nós.
Para pensar que tudo o que fazemos é importante, coisas pequenas e coisas grandes...

quarta-feira, 2 de março de 2011

Retiro de Eng. Química 3

Como seria de esperar o Domingo chegou a correr, como é tão normal quando vamos de férias. Mesmo assim acho muito positivo o tempo passar a correr, é sinal que é um tempo apreciado e gostoso. Posso dizer que férias longas e penosas não, obrigado!
Mais uma vez fomos com uma indumentária adequada tomar o pequeno almoço e aproveitamos a manhã para visitar o museu que tinhamos mesmo ao pé da pousada. O mesmo mostra a vida na aldeia de Vilarinho da Furna, a qual foi submersa quando a barragem foi construída ainda no tempo do estado novo.
O cansaço fez-se sentir e o almoço chegou, desta vez com um bacalhau que estava melhor que o esperado. Seguimos para o Porto para aproveitar ainda a tarde e por assuntos em dia, e que bela tarde foi. Mas isso são outras histórias...

p.s. - o chapéu veio orgulhosamente do Kilimanjaro...

terça-feira, 1 de março de 2011

Retiro de Eng. Química 2

O dia de Sábado começou relativamente cedo. Fomos comer um singelo mas farto pequeno almoço e pusemo-nos à estrada. A pé, isto é. A ideia era ir à fenda da Calcedónia e estar pertinho da natureza que tanto aprecio. O grupo era maior do que estou habituado a levar para estas caminhadas, e dado que havia gente inexperiente foi algo que se pode chamar, nas calmas.
Depois de algum andar lá chegamos à fenda, mas com o cansaço de alguns o grupo ficou mais pequeno. Parte voltou para a pousada para tratar de almoçar e reservar comida para os que ficariam. Os resistentes lá trataram de subir a fenda e apreciar umas belas vistas.
A fenda em si provou ser intimidante, mas passo a passo apercebi-me que não era tão difícil de subir como antevia.
Mais em cima, depois da fenda deu até para encontrar umas pegadas e uma toca de lobo, algo bom (porque não estava o lobo lá dentro) dado que ainda temos belos animais nas nossas terras.
Apreciamos as vistas durante algum tempo, mas depois a fome começou a fazer-se sentir, e nem os werthers originais colmatavam completamente a fome. O destino mudou e agora queriamos era retornar para a pousada.
Chegamos lá pelas 15h e esperava-nos um belo frango. Quem diria que frango no pão com batatas fritas saberia tão bem como foi o caso.
A tarde deu ainda para uma bela soneca e pela noite cantorias, durante as quais até estreamos a Balada da Distância. Na actuação ainda contamos com o Miguel, que mesmo ainda doente de gripe nos veio visitar (este grupo é pior que mel).