domingo, 29 de março de 2009

Casamentos


Acabadinhos de chegar de uma semana de férias, viemos a vila real para um casamento. Os intervenientes eram o meu primo e a Cláudia, que agora foi também promovida a prima. A preparar as festividades tivemos os elementos femininos a deslocarem-se ao cabeleireiro para melhorar o aspecto visual. Com esses pontos tratados pusemos o pé (a roda melhor dizendo) à estrada e fomos para a “Bila”. Chegados, e como ainda íamos de manhã, tivemos ainda tempo para descansar um pouco e relaxar antes do casório.
Às 15h lá estávamos na igreja, e assistimos à cerimónia. Esta correu normalmente, e dado eu já ter ido a centenas de casamentos (é o que dá cantar) não posso dizer que tenha visto algo de novo. Seguidamente partimos para o copo de água, tiramos a foto da praxe (estava frio q.b.) e fomos para a comida.
Bem, mas podia relatar muita mais coisa sobre a festa. No entanto posso resumir a dizer que não chegamos muito tarde a casa e correu tudo bem. No dia seguinte descansamos de manhã e logo pela tardinha já estava a relaxar no sossego do lar.
Agora só posso dizer, boa sorte Jorge e Cláudia.

sábado, 28 de março de 2009

Playlist Neve


E após mais uns dias de neve segue aqui uma actualização da minha playlist da neve

2009 - El Tarter (Grandvalira) - The Police - Canary in a Coalmine
2009 - Pas de la Casa (Grandvalira) - Sporto Kantés - Lee
2008 - Soldeu (Grandvalira) - The Doors - Spanish Caravan
2007 - Baqueira - Gotan Project - Diferente
2006 - Tignes - sem musica

sexta-feira, 27 de março de 2009

Skis?


No final desta semana de férias, ao passear pelas lojas aqui da zona reparei em algo curioso. A Salomon lançou uns novos mini skis de 120 cm. São uma nova versão dos Crossmax 120, no entanto, depois de uma cuidada inspecção, reparei que tirando o aspecto visual, são iguais aos anteriores, até às fixações são exatamente às mesmas. É claro que v acho os meus skis mais bonitos. Mas compreendo que seja o meu gosto pessoal a falar.

quinta-feira, 26 de março de 2009

El Tarter 5

Como frequentemente me queixo estes dias passam depressa. É frequente quando estamos entretidos, quer seja com o trabalho ou com o lazer o tempo passar depressa. Esta semana não foi excepção e não tardou a chegar o nosso último dia de ski. Hoje a ideia foi fazer os saltos do snowpark de Pas de La Casa, e para isso fizemos uns bons quilómetros (58 para ser mais preciso). Chegados lá deu para por a adrenalina a correr, e acho que estou a ficar com mais algum jeito para isso. Por isso pode ser que para o ano seja um melhor competidor para com o Luís. Já no tema velocidades (ou vulucidade como diz o grande Graciano Saga), fiquei-me por uns modestos 89km/h.
Bem, mas depois de algumas tentativas em Pas passamos para o parque de Grau. A seguir ainda fomos almoçar a Soldeu e depois de tarde fomos finalmente dar uns saltos em Tarter. Ao ler o que já escrevi estou a lembrar-me do reclame das wiskas saquetas. Bla bla bla wiskas saquetas, ou neste caso, bla bla bla salto aqui, salto ali. Acredito que no entanto seja compreensível as manias e vícios dos outros, afinal todos nós temos os nossos vícios e os nossos defeitos.
Mesmo assim, e tal como os outros dias, a neve já estava a ficar uma pouco consistente papa, e acabamos a descer uma preta de 2km, bem agradável (principalmente por ainda estar relativamente transitável àquela hora do dia).
Depois da saudosa descida fomos para o hotel e posso dizer que foi bem agradável estar na varanda do quarto a apanhar um merecido e acolhedor sol. Sim, porque afinal não haveria de ser só desvantagens em estar este calor numa semana de neve. É claro que para nos despedirmos em beleza ainda houve tempo para passar na piscina e no jacuzzi. Tenho que aproveitar, por férias agora não terei tão brevemente.
Amanhã é o retorno, há que fazer as malas e voltar para o sossego do lar. Quanto às malas fiquei espantado do meu saco dos skis dar não só para os skis em si mas para praticamente toda a minha roupa. Agora a minha mala vai muito mais leve...

quarta-feira, 25 de março de 2009

El Tarter 4

Mais um dia, mais um acordar estremunhado, quem diria que vinha de férias para acordar tão cedo, afinal em Portugal ainda eram 6:50. Bem, mas há que reconhecer que o esforço é por uma boa causa e como a vontade é grande vale o despertar antecipado.
De qualquer modo, após o pequeno-almoço lá metemos o equipamento em cima e fomos para as cadeiras. Como seria de esperar as pistas a essa hora ainda estão um pouco geladas, mas o facto de estar ainda tudo na cama e termos uma estância só para nós vale bem o esforço.
O objectivo de hoje era mais a diversão e por isso andamos a dar saltinhos aqui e ali. No entanto ainda deu para andarmos 44km e atingir alguns recordes. No meu caso foram uns modestos 83km/h, e a Susana uns corajosos 74km/h.
Tenho de voltar a salientar a inexistência de muitos esquiadores, pois tirando 2 ocasiões em que tínhamos um grupo à nossa frente, não tivemos que esperar tempo nenhum para subir para os cumes. Algo bem diferente de quem veio na semana do Carnaval, onde se tinha de esperar para aí 5 longos minutos.
Hoje andamos principalmente por Soldeu, Tarter e Canillo, mas deu para andar bastante. Tive uma pista vermelha onde me sucedeu algo bastante inesperado e inédito para mim. Vinha eu calmamente a descer a 80km/h quando apanho uma lomba, quando reparei estava a voar à espera de sentir o acolhedor toque do chão mas isso que foi algo que tardou, foi um longo segundo e meio no ar no qual voei para ai 5 metros ou algo similar. Felizmente aterrei bem e continuei para o fim da pista, sempre com a adrenalina a escorrer-me pelas veias. Acho que isto é um dos motivos porque tanto gosto de esquiar.
Mesmo assim, e apesar do nevão de ontem, hoje as pistas após o almoço começaram a ficar como a Cerelac. Dados os quilómetros feitos fomos então para mais uma sessão de piscina/jacuzzi/banho turco, que tenho a dizer que me deixam o corpo bastante relaxado, e neste caso preparado para o último dia.
Amanhã vamos a Pas de La Casa ao Snowpark para uns saltinhos. Estou aqui, estou ali.

PS - A foto da Susana é um momento antes de ela se espalhar :)

terça-feira, 24 de março de 2009

El Tarter 3

Depois de uma noite que permitiu recuperar algumas energias (as almofadas não são nada de especial), estávamos novamente prontos para iniciar mais uma demanda, seguindo o plano que tínhamos traçado. Rumamos então para Pas de La Casa. Pode-se dizer que chegamos lá num instante, começamos a esquiar pelas 9:30 e às 11h já lá estávamos. Chegados à minha morada temporária do passado mês de Fevereiro, aproveitei para fazer algo que ainda não tinha experimentado a esquiar, ir até França. Para quem não conhece a estância de Grandvalira tem 2 pistas que são em França, no entanto para se lá chegar é preciso alguma vontade. Basicamente há 1 acesso e a pista é literalmente a subir na zona de passagem. Mesmo assim lá fomos e aproveitamos as pistas (e a cadeira, que acho que é a mais recente de toda a estância). No entanto, quando planeávamos ficar em Pas ou mesmo em Grau a almoçar tivemos um pequeno grande percalço. Nuvens apareceram no horizonte e não tardou a termos direito a uma reconfortante nevada e um acolhedor vento glaciar. Bem, com este problema pela frente, e tão longe de casa a resolução foi simples, como é que voltamos? Tratamos então de fazer as pistas o mais depressa possível para trás, mas na penumbra esquiar é bem difícil, não se vê a pista, os papos, os buracos e o resto.
Depois de muito andar chegamos à zona de Tarter, onde já tinha as mãos cheias de dores do frio, e felizmente só as mãos dado que o meu novo casaco é bastante mais acolhedor que o meu antigo. Quando nos sentamos finalmente descansamos. Tínhamos feito bastantes quilómetros (43km) e só às 13:30 é que estávamos a descansar. Almoçamos e ainda tínhamos alguma esperança que o tempo melhorasse, mas o destino não o quis e viemos então para baixo para o conforto do hotel. Como a tarde ainda tinha muito que dar tínhamos que aproveitar, e assim fizemos. Piscina, jacuzzi, banho turco, é caso para dizer que isto é que é vida. Posso dizer que o facto de estar de molho ajudou a recuperar os músculos, mas agora no fim do dia, depois deste longo esforço estou com vontade de dormir, por isso amanhã hei de contar mais coisas. Até lá um grande bem hajam.

segunda-feira, 23 de março de 2009

El Tarter 2

Este segundo dia de ski começou bastante cedo, acho que nem quando venho com a malta madrugadora saímos tão cedo. Eram 9:00 e já estávamos nas pistas. O motivo é simples, com o tempo um pouco mais quente a neve não tarda a passar a papa, assim a estratégia passa por entrar mais cedo, aproveitar as pistas ainda em bom estado e depois sair mais cedo. Hoje se calhar até saímos muito cedo, pelas 14:30, mas a Susana estava com as pernas cansadas e neste período ainda de recuperação mais vale não abusar. De qualquer modo ainda deu para fazer uma boa distância, 46,5Km e no meu caso com uma velocidade máxima de 80km/h (sim é mais devagar que os 91 que fiz em Fevereiro, mas há que acompanhar a Susana).
É claro que esquiar não é só números e posso dizer que uma pista que era tal como um Adamastor para alguns (a Miguel), foi descida com facilidade e por duas vezes pela senhora, já eu estive a concentrar-me com malabarices, mais precisamente com voltinhas e andar em marcha-atrás. Assim que tiver uma ligação decente meto aqui um vídeo, aqui tem de ser só fotos (e ainda vou ter de me esforçar, a ver pela dificuldade de ontem).
Retomando o relato do dia, e como a nossa saída das pistas foi antecipada, fomos procurar equipamento para comprar, no meu caso um casaco, dado estar já à bastante tempo à procura de um. Vimos aqui as lojas em Tarter e fomos depois a Soldeu. Encontrei aqui mesmo na loja do hotel a um preço muito interessante (40% de desconto) um casaco, vesti-o, parece bem, podia ter mais arrumação, mas não está mal, bolsos... Um momento, este bolso está roto. Hum, só tem este M. Bem vai ter que ter desconto. Ponho-me a falar com o homem da loja e depois de algum queixume vim para o hotel com um casaco com um bolso furado e 50% de desconto. Nada mau, e devo dizer que já está cozido, por isso uma compra bastante interessante.
Agora vamos para o descanso porque o plano de amanhã é ir até Pas de La Casa, a ver vamos!

domingo, 22 de março de 2009

El Tarter 1

Esta semana estou novamente num dos locais de eleição para o “descanso”, na neve. Com outra companhia, desta vez já preparada para os esforços, mas na mesma estância, cá estou eu novamente em Andorra, mais precisamente em El Tarter.
Antes disso, tenho de falar um pouco da viagem. Dado sermos só 2, conduzir até cá seria uma estirada maior, e a alternativa foi ir até Barcelona de avião e ai alugar um carro. A viagem correu bem, embora o avião tenha sido algo de novo para mim, nunca tinha viajado num tão pequeno. Foi pela TAP e para verem só tinha 3 cadeiras por fila, isto é, um lugar, o corredor e dois lugares juntos. Até só tinha armários para a bagagem de um lado. Não me lembro do modelo, mas era o “Gaio”, tenho de descobrir o tipo. Chegados a Barcelona pegamos no carro e após algum tempo, descobri que os mapas do GPS não estavam a funcionar. Deixem-me explicar, tinha os mapas da Europa, mas estranhamente Espanha e Andorra não constavam, a solução, que parecia funcionar em Portugal foi por os ficheiros dos dois países na pasta dos mapas e tudo parecia funcionar. A realidade, foi no entanto outra, o aparelho teimava em não apanhar sinal, e senti-me novamente nos anos 80/90 a seguir as placas em vez do GPS. A verdade é que chegamos cá e bem.
Ao chegar deparamo-nos com o hotel, mesmo ao lado das cadeiras (20 metros) e com a meia-pensão está a prometer ser uma semana bem mais relaxada que o normal. Pelo menos, neste confortável quarto, e sem ter de fazer o jantar, estou a ver que vou apreciar muito estes dias.
Para acabar, fica a nota que hoje fizemos cerca de 40km (de manhã alguns problemas técnicos deixaram-me sem alguns dos dados que tinha) e a Susana conseguiu chegar aos 66km/h, nada mal para quem está a recuperar de uma operação. Outra grande vantagem (que tem as suas desvantagens), é que ao sermos 2 esquiadores, faz o processo entra na cadeira, sai da cadeira, começa a esquiar muito mais célere. Compreendam snowborders, a companhia é boa mas sair das cadeiras e esperar é um bocadinho aborrecido.

P.S. - Era para por mais fotos, mas a net no hotel é tão lenta que já por estas demorou 40 min e várias tentativas

quinta-feira, 19 de março de 2009

Limpezas


Com os últimos dias de labuta neste meu local de trabalho estou com alguns processos em mãos que tornam a passagem do tempo bem mais demorada. A limpeza de secretaria e computador. A passagem de assuntos e a procura de conclusão de assuntos pendentes. Posso dizer que estou por um lado a saborear este final de actividade na PT e por outro lado ansioso que comece aquela nova fase na EDP, cuja data de início se avizinha.
Bem, mais uns dias e outros assuntos tenho para falar.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Site de Judo


Para aqueles que não sabem, o vosso algo assíduo blogger pratica Judo quando o tempo permite. O local de esforço é o Clube Infante de Sagres, logo ali ao lado da Fundação Serralves. Como o carinho pelo desporto e pelas pessoas é grande dei-me a usar uma das muitas ferramentas do Google, o Google Sites. Com meia dúzia de cliques consegui ter um site básico mas que serve o propósito e agora resta por o conteúdo, no entanto essa conponente pode demorar um pouco mais.
Seja como for, convido os internautas a dar lá uma saltada, e se quiserem, venham treinar conosco!

O site está aqui Clube Infante de Sagres

segunda-feira, 16 de março de 2009

Mudanças e saídas


Parece que é quando as coisas estão a terminar que todos nos conhecem e falam connosco. Quando estava nos últimos anos da faculdade sentia isso, aquele corredor enorme do edifício principal, que no primeiro ano se fazia rapidamente, era um percurso algo demorado, dadas as amizades que teimavam em cruzar-se connosco. Não é algo negativo, longe disso, mas pena é que é na saída que tudo sabe melhor e que aparentemente tem mais valor. Quando sei que está para breve uma grande mudança é isso que sinto. Parece que todos me falam ou precisam de uma opinião minha e tal como na faculdade é algo que vejo com saudade e nostalgia. Algo normal não fosse eu português, mas apesar da normalidade é um assunto recorrente.
Agora, que tenho um novo desafio à frente vamos a ver se tudo corre pelo melhor e que tenha tanto gosto neste projecto, como no meu antigo.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Playlist Neve


Como já vem sido falado por esta recanto da internet, a música é algo que me acompanha constantemente e no caso das férias de neve (como referido mais recentemente) é algo que se salienta ainda mais. Pode-se dizer que aquelas amplas paisagens e a prática desportiva fomentam o interesse auditivo.
Em introspecção apercebi-me que as últimas semanas de neve tiveram músicas que se salientaram das restantes, certamente por eu as ouvir mais vezes que as outras e como tal aqui surgiu uma listagem que espero que cresça nos próximos tempos

2009 - Grandvalira - Sporto Kantés - Lee
2008 - Grandvalira - The Doors - Spanish Caravan
2007 - Baqueira - Gotan Project - Diferente
2006 - Tignes - sem musica (não havia Ipod, nem jeito para esquiar)

quarta-feira, 11 de março de 2009

Virus


Depois de um fim-de-semana com muita família em casa e muita animação, tivemos uma virose no ar que mandou para o estaleiro muita gente. Para ser mais preciso a lista é longa, o meu pai, o meu irmão, a minha cunhada, a minha tia, o meu tio, a minha prima e o marido e eu. Tivemos alguma discussão a ver se descobríamos ao certo a causa, não há certezas, mas as culpas tendem para uns folhados que a minha tia trouxe.
Independentemente do culpado as certezas estão nas consequências, cá em casa o meu pai ficou o dia de cama e eu mais ou menos, isto porque com o trabalho não há muita possibilidade de estar o dia todo em casa, principalmente com algumas coisas urgentes que tenho entre mãos.
Mesmo assim conto sair cedo a ver se vou recuperar para casa, porque caso contrário vou andar assim muito tempo.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Regresso


Como seria de esperar, o resultado das minhas férias foram mais uma vez fatídicos, isto porque, apesar de apreciar sempre o descanso (que desta vez foi unicamente mental), são períodos que findam com uma rapidez alucinante, atirando-nos novamente para a rotina do trabalho. Apesar de tudo posso descrever que sinto-me cada vez mais agradado com o ski, é uma actividade extremamente recompensadora. Dá-me imenso prazer estar no meio de uma paisagem fantástica que são aquelas montanhas imponentes vestidas de branco, mas também aprecio grandemente a adrenalina das altas velocidades.
Em jeito de resumo da minha semana branca resta-me apenas referir a morosa viagem de retorno que poderia ter sido bastante mais complicada caso nos tivéssemos demorado à saída. Isto porque começou a nevar, e passado algum tempo as estradas estavam bastante menos transitáveis.
Agora, segunda-feira o cansaço é muito, e como se não bastasse a limitação física, o trabalho parece que (como de costume) ficou a acumular durante estes dias... Resta-me agora tratar de libertar todos estes assuntos pendentes pois tenho algumas pessoas à espera do que tenho entre mãos.