terça-feira, 22 de outubro de 2013

Ajudar?

E porque é bom agradecer, também é bom ajudar. As vezes com gestos tão simples e sem qualquer peso podemos ajudar imensamente alguém. Por isso se olharem para o lado e puderem ajudar um pouco, façam isso mesmo.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Ser feliz?

Suponho que há muitas teorias sobre o que é necessário para ser feliz. Desde ter o dinheiro para fazer tudo o que sonhamos, a ter aquele trabalho, ou o que quer que seja. Mas talvez seja tudo bem mais simples que isso. Afinal o que costumo dizer é que a vida não é fácil, mas é simples, nós é que a complicamos.
Seja como for, parece-me que agradecer é algo muito importante, por isso vamos todos tratar disso!

domingo, 6 de outubro de 2013

Corrida no parque à noite


Depois de uma lesão no joelho que me impediu de correr a meia maratona estive em recuperação. Entre fisioterapia e reforço muscular que tem sido uma constante, ontem fui fazer um ponto de situação da condição física.
Calcei as sapatilhas e tratei de ir ao parque da cidade para a Corrida no Parque à Noite. O objectivo era correr 8Km e lá tratei de dar uma corridinha. Inicialmente estava com alguma impressão no joelho mas os quilómetros passaram e não senti problemas.
Entre as 4500 pessoas que corriam à noite, posso dizer que foi deveras castiço ver aquela massa de pirilampos (fruto dos bonés com luzes que todos tinham). O cuidado foi algum pois o piso era irregular e a visibilidade reduzida. Deu até para um sprint final e passar mais alguns atletas. E para quem começou no fim (no último grupo) foi bom ver que as pernas ainda deram algo de sí.
No final fiquei em 1226 (e em 368 do grupo C), com uns singelos 44:06min. Para a próxima tento ir mais rápido. A única coisa que me deixou algo inquisitivo foi a corrida não ter sido de 8km, mas de 6.65km (como me disse o meu gps).
De qualquer modo algo bom para se fazer e recomendo a todos ir esticar as pernas!

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Coca Cola

Eu não gosto de Coca Cola, mas parece que depois de uma referência de um amigo há outros motivos para não beber...
Embora não seja tão extremista, já que o creme nivea dá para coisas como amolecer sapatos ou no limite como gel...

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Thl W100

Tenho de reconhecer que o meu antigo Nexus S estava a cansar-me e estava já a precisar de um telemóvel mais rápido. Comecei à procura há algum tempo e acabei por ficar algo frustrado com a oferta que o Ocidente tinha. Sim, o ocidente. Acabei então por ir para o oriente procurar e acabei por encontrar algumas marcas chinesas com material bem interessante.
Posso dizer que fiquei logo de pé atrás, mas havendo uma vasta oferta de telemóveis com android, tudo passou a custar menos. De uma imensidão de possibilidades acabei por encomendar o Thl W100, um telemóvel com android 4.2.1 e um quadcore. O preço 140€...agora, com ele nas mãos e com o uso do dia-a-dia é que tirarei mais ilações, mas por enquanto o prognóstico é positivo.
Para quem quiser ver as características estão aqui, sendo que digo já que é livre de operador e dá para 2 cartões. E ainda veio com 2 baterias e protectores de ecrã!

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Autárquicas 2013

Depois de um período de campanha, muitos cartazes e conversas e uma relativamente diminuta projecção mediática chegamos ao fim e temos decições tomadas. No caso do Porto a minha cidade, calhou a vitória ao Rui Moreira, algo que parece-me que será proveitoso para a cidade. Tenho de reconhecer que um candidato como o Luís Filipe Menezes fazia-me temer pela saúde da autarquia. Felizmente não chegamos aí. Agora iremos apreciar o que será feito na cidade, e espero que seja no seguimento do que fomos vendo com o Rui Rio, que entre outras as coisas tem obra e uma dívida que só tem vindo a diminuir.
Em suma, parabéns Rui Moreira, e parabéns portuenses por fazerem uma boa escolha

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Areia para brincar

Pois se há quem gosta de brincar com areia agora há uma solução para o fazer o ano todo e sem chatices ou limpezas...
É claro que o publico alvo pode ser variado, desde crianças, pessoas em recuperação ou simplesmente adultos com muita imaginação e boa disposição!
A resposta está aqui

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Botas Bestard

Entrei num concurso para ganhar umas botas da Bestard, que para quem não sabe é uma marca espanhola de calçado especializado para trekking.O vencedor poderá fazer as próprias botas e dar um belo passeio pela montanha.
Querem ajudar-me? Votem em mim aqui!

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Tia Alice restaurante

Se passarem em Fátima, há um sítio sempre que recomendo se estiverem com fome. Mesmo ao pé da original igreja matriz de Fátima está o restaurante Tia Alice. Uma casa restaurada que desde 1988 faz as delícias por quem lá passa. Os funcionários jovens e com t-shirts ou polos da casa dão um ar novo ao local e a comida é algo que não deixa ninguém indiferente.
Uma carta relativamente restrita mas que é só composta por boas iguarias, salienta-se o bacalhau com gambas ou o arroz de pato do campo. Já as sobremesas são várias e todas bem servidas.
Finalmente o vinho para acompanhar a refeição é variado e capaz de agradar a vários gostos.
Se ainda tiverem tempo e interesse podem comprar algum do material que veem nas mesas (como as manteigueiras mimosas) na loja em cima (que fica mesmo à face da estrada).
Se quiserem os contactos, passem no site deles

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Portimão 3

O tempo passa sem parar, a fugir pelos dedos como a areia. Por isso não tardou a seguirmos para o norte logo na terça de manhã. Depois de um pequeno-almoço, despedimo-nos das meninas que ficaram até quinta e seguimos para cima. Como ainda tínhamos algumas horas de viagem era necessário dar à perna e lá tratamos do regresso. Paramos em Fátima para almoçar (no Tia Alice), algo que fica para depois e logo seguimos pelo piso preto para a Invicta.
O destino foi alcançado pelas 17h e ainda deu para um descanso antes de mais um dia de labuta


domingo, 8 de setembro de 2013

Portimão 2


Mais um dia, mais descanso, mais sol e boa companhia. É já na terça que rumamos para a Invicta mas será certamente mais morenos e mais descansados. Quanto ao sul, posso dizer que a malta trabalha muito nas calmas, diz a experiência em lojas aqui do shopping de Portimão. No Continente, apanhamos meninas da caixa que pensavam muito na vida entre produtos que passavam pelo leitor de código de barras. Já a Pizza Hut tinha um funcionário que precisava de reflectir muito sobre como arranjar um saco plástico para as nossas pizzas. Como diria uma prima: "Quando estiver para morrer venho para Portimão!".
Nota, ainda deu para sair em Portimão e dançar um pouco...(muito pouco...)

sábado, 7 de setembro de 2013

Portimão 1

Depois de umas longas férias em Junho por altura do casório, posso dizer que já fazia algum tempo sem algum descanso. Sendo que dado que toda a gente está de férias, pareceu bem tirar uns dias longe. Longe foi para onde se foi, neste caso para o sul, para Portimão. A viagem começou cedo (pelas 7h) e lá rumamos para a praia que não era assim tão próxima.
Posso dizer que a viagem até ao sul é bem mais rápida com as várias auto-estradas, porque (à velho) eu ainda me lembro de ser uma interminável viagem por inúmeras estradas nacionais.
Chegamos a tempo de almoçar e aproveitar a tarde na praia. Afinal, o apartamento onde ficamos é a 5 minutos da praia (a pé) o que é deveras agradável.
Agora resta descansar que percorrer tanta estrada não mata mas mói.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Porto Wine Fest 2013

Ontem foi dia de um fim de tarde diferente, rumamos a Gaia para mais uma edição do Porto Wine Fest. Este ano a edição contou com um espaço ligeiramente maior e mais alguns produtores vínicos a apresentar os seus produtos.
Como sentido apreciador desta bebida tão nortenha e tão portuguesa foi algo que me deu gosto participar. Além do vinho deu ainda para participar noutras acções que têm no evento, como um workshop de como fazer uma tempura de camarão e uma sobremesa de bolo de chocolate com gelado de frutos silvestres e flores (sim, flores comestíveis).
É claro que como qualquer fim de tarde, o tempo passou a correr e voltamos para casa através do elevador dos Guindais e depois seguimos pelo metro (tenho a dizer que a capacidade de andar assim de metro na minha cidade é fantástico)

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Impressão 3D

Apesar de já ter lido esta notícia há algum tempo, parece-me que é pertinente publicitar uma tecnologia que está a começar a chegar às massas. Quer dizer, ainda não está em cada casa, mas são os preços que mostram que é uma questão de escassos anos.
Falo da impressão 3D, a qual permite passar o fruto da nossa imaginação para a realidade. Desde fazer algo tão simples como uma figura de nós próprios a uma mão biónica (e não tardará mesmo a impressão de órgãos e afins).

Vejam aqui a notícia do Publico

Mas porque digo que está a chegar às massas? Ainda me lembro de um monitor LCD de 14" custar 3000€ e nem sequer uma pessoa conceber ter um em casa. Hoje temos vários e bem maiores, desde o televisor ao telemóvel. Neste momento já há impressoras 3D por 2000€ (que é o caso da impressora na imagem, a Replicator 2), algo que o tempo fará rapidamente baixar.


segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Pelo Douro

Se há algo que gosto é da região do Douro. A norte de Portugal só posso dizer que a proximidade é uma benesse, ainda para mais gostando nós de vinho, mais especificamente de vinho do Porto. Por isso mesmo passamos primeiro por Vila Real para ver a família e deu para uns bons dedos de conversa, literalmente para entrar pela noite dentro.
De qualquer modo, no dia seguinte, rumamos para a Régua e depois de passarmos pela quente cidade, seguimos para a Folgosa. Para a Quinta da Azenha.
É um pequeno turismo de habitação que conta com uma belíssima vista sobre o rio Douro e pelas vinhas em inúmeros socalcos. Os donos para além de manterem um sítio simples mas bem equipado produzem também vinho (de mesa e do porto) o que é uma excelente vertente para os apreciadores (para referencia, o mini-bar tinha latas de coca cola a 1€ e garrafas de vinho de .75lt a 2,5€).
Por isso se passarem mesmo ao pé do DOC (restaurante para os abonados na carteira) têm aqui uma boa alternativa para dormirem!


sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Unhacas

Parece que se há uns tempos atrás o negócio que florescia como cogumelos eram cabeleireiros, hoje em dia são as unhas. Afinal o investimento é ridiculamente pequeno (uns vernizes e umas máquinas bem baratas), o resultado é a facilidade de fazer unhas de gel e afins.
A pergunta que surge é o porquê de eu falar disto, mas depois de diariamente ver no metro gente miúda ou graúda com as unhas mais díspares e coloridas, é impossível não notar.

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Nós de gravata

Sei que há muita gente que se debate em fazer um simples nó de gravata. Afinal é compreensível, se só se fizer um nó uma vez por década ninguém terá a prática ou a memória para saber como é.
Por estes dias vi um nas internets que saltou à vista. Só deverá ser possível fazer com uma gravata simples, isto se não se quer ter maus resultados...
Fica para experimentar um dia destes

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

O prazer do relaxe

Podemos gostar de fazer milhares de coisas e sermos activos, mas por vezes o dolce far niente pode ser das melhores atitudes que temos.
Depois de um Sábado exigente para o físico e uma tarde a dormir, havia que aproveitar o descanso.
Fomos à quinta da Conceição para conhecer um novo pormenor do espaço. A piscina que acabaram de fazer promete ser a delícia dos veraneantes que precisam de algum refresco nestes dias quentes.
Se a água não chegar podem sempre passear pelos jardins ou fazer como o grupo que encontramos, organizar uma festa com musica, vallet, bebias e comida (ao que parece era mesmo o evento socialite!)

domingo, 4 de agosto de 2013

Kiki + Tiago


Depois de uns fins-de-semana festivos a celebrar a aparente doença do solteirismo, finalmente chegou o dia da festividade para a Kiki e Tiago. Sendo o casamento pelas 13h houve tempo para de manhã tratar do que fosse preciso, pelo menos para mim foi mais fácil, já para a Patrícia o tempo esteve apertado graças a um serviço de cabeleireiro menos optimizado.
O resultado foi eu ir sozinho para a igreja, que dado ser um dos padrinhos e cantor convinha ser pontual.

O calor apertava e o nervosismo era algum, a noiva chegou e as festividades arrancaram. Muita animação, um coro exemplar, sorrisos com o discurso do frei e algumas fotos depois estávamos a rumar para o festim.

Por lá, haveria quem esperasse comida, mas foi muito mais que isso, música, dança e animação não faltaram e entre amigos iniciou-se um belo ambiente festivo.
Como seria de esperar a festa prolongou-se e não fosse o cansaço certamente estaria mais tempo a degustar os mimos gastronómicos e não só.
Nota mental, acabar um casamento pelas 4h vai certamente causar cansaço no dia seguinte...

Agora só se espera que o casal seja mais do que feliz com a companhia dos que lhes querem bem!

segunda-feira, 29 de julho de 2013

31

Num fim-de-semana já recheado por festas e animação, tive um final de Domingo a celebrar mais um ano, desta feita já passaram as 3 dezenas e conto com 31 aninhos bem aproveitados.
Acabou por se fazer um belo fim de tarde com a família para um simples e saboroso repasto. É claro que teria sido bom juntar amigos mas as actividades extra-laborais não têm permitido chegar a todos os cantos da casa.
De qualquer modo fiquei sentido com os votos de todos e para o ano espera-se uma festividade organizada com mais calma!

domingo, 28 de julho de 2013

Despedida do Tiago



Este fim-de-semana foi novamente activo e cansativo. O motivo, despedida de solteiro parte 2. Parece quase uma série de filmes num cinema perto de si. Desta feita, sem grande aparato pegamos no noivo e dentro dos carros fomos com muita calma para Terras de Bouro. Que temos por lá? Posso dizer que uma bela posta barrosa! Fomos contemplados com uns nacos de carne que nos sustiveram enquanto molhávamos o bico e tocávamos umas músicas.
Tivemos até direito a uma senhora de 60 anos a dizer ao noivo para não se casar. Extremamente conveniente!
Seguiu-se a actividade para aumento de ego, a subida à fenda da Calcedónia (não confundir com fendas que aparecem na Calzedónia...), um belo passeio que só pecou por algo demorado, dado não podermos deixar para trás umas meninas que apareceram mas que não primavam pela simpatia. É o que dá sermos boas almas.
O próximo destino, depois de umas quase céleres compras, foi Espanha, mais precisamente Torneiros, onde pudemos contar com uma fonte de água quente (entre os 70º e 40º) que prometiam fazer as delícias dos convivas.
Paramos primeiro no passeio e fizemos um belo churrasco em via pública fazendo uso de um bico de gás. Um processo algo demorado mas que contou com a companhia de cerveja e muita conversa. Mas finda a comida rumamos para a piscina e lá ficamos horas de molho a vermos transeuntes a ir e a chegar desde a tarde até à manhã do dia seguinte.
O único problema? A chuva que se fez sentir e que nos levou a dormir de maneira não planeada ... onde se conseguiu.
Bem, para a semana há mais festa!

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Despedida da Kiki


Este fim-de-semana deu para descansar, mas só a mente. O motivo foi juntar dois noivos numa pseudo despedida de solteiro. Como tal, sem eles saberem, rumaram dois grupos a Caminha e numa solarenga tarde de sábado encontraram-se. O gosto foi muito evidente na cara de ambos e seguiu-se um belo convívio acompanhado com muita alegria, comida e momentos épicos.
Só posso dizer que enquanto alguns dormiam nas tendas outras pessoas teimavam estoicamente em ficar acordadas, na conversa, comida e bebida. Deu ainda origem à frase do fim-de-semana:
"Pronto....já começou....está tudo a andar à roda...".
É claro que tivemos ainda direiro a uns belos banhos na piscina e um escaldão por pessoa!
Um belo descanso com uma bela companhia!

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Adeus a Trissomia 21?

Depois de ler um artigo podemos estar com o vislumbre de deixar a Trissomia 21 para os anais da história. Ter terapias genéticas para resolver este problema será certamente um avanço científico brutal. Resta agora ver quando o futuro se fará presente.

Leiam mais aqui

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Genki - restaurante de sushi

Abriu recentemente um novo restaurante de sushi em Antunes Guimarães no Porto. É mesmo perto do cruzamento com a avenida da Boavista. Assim sendo, impunha-se experimentar as iguarías do local.
O espaço é relativamente pequeno, permitindo ter 30 pessoas a comer. Para mim é um tamanho ideal, nem muito grande nem desconfortavelmente pequeno. A decoração é simples e elegante em linha ao que se vê em espaços recentes.
No entanto o objectivo não era apreciar o espaço mas saborear a comida. Optamos pelo festival, que para desconhecedores é o "all you can eat" e tenho a dizer que fiquei agradado.
As peças são ligeiramente mais pequenas que o normal, mas até o vejo como positivo, dado que a variedade de peças compensa largamente este ponto. Entre outras coisas tive até peças que em vez de alga nori eram enroladas em couve ou outras com massa folhada.
Sushi saboroso o qual foi antecedido por uns crepes e outras agradáveis iguarias.
Em suma, experimentem!

Contactos:
Facebook
Site
Telefone -  911 118 612
Morada
Avenida Dr. Antunes Guimarães 41/43
4100-079 Porto, Portugal




P.S. - tem takeout e em breve terá também entregas em casa.

domingo, 14 de julho de 2013

Ensaios retomados

Retornado à pátria, retornado a mundo. É bom termos os nossos hábitos e vícios retomados. Neste caso com os meus ensaios do (também) meu grupo de fados. Mesmo em tempo que é de férias para alguns (os estudantes) é bom ensaiar novos temas e dar trabalho à mente com novos desafios. Tudo para ter a certeza de concluirmos o projecto que temos para o final do ano...

domingo, 7 de julho de 2013

Lua-de-mel 29

E estamos quase em casa, a ultima paragem foi em Roma, que dado os horários dos voos de ligação no levaram a ficar por cá a dormir. O local foi o Vegan Inn, um B&B mesmo ao lado do aeroporto e que é bom na sua simplicidade.
Os quartos espaçosos e com a simplicidade do Ikea, acompanhados de um pequeno almoço Vegan (é verdade, o leite era de soja). Um belo local para passarem a noite se necessitarem de uma passagem por Roma rápida.
Amanhã estaremos já em casa. Afinal já há algumas saudades do nosso canto, das nossas coisas e acima de tudo dos nossos.
De qualquer modo é sempre bom olhar para estes dias passados no outro lado do mundo e saborear o início formal desta vida a dois.


Lua-de-mel 28

Tenho a dizer que os voos da China Eastern Airlines me estão a deixar algo cansado. Têm sempre atrasos. Ainda para mais, como em Denpasar não tivemos o bilhete para a viagem entre Xangai e Roma tivemos de levantar as malas. Num outro aeroporto não seria um problema, mas aqui foi. Porquê pode-se perguntar? Para levantar as malas temos de sair da zona internacional, o resultado? É necessário um visto para entrar na China e foi isso o que previsamos. Com apenas 2:30h para o próximo voos tivemos este tempo a passar a correr.
Primeiro foi o visto para entrar na China, depois as malas que tardavam a vir e pior foi a espera para fazer check-in. Tanto que faltavam 15min para o voo levantar e ainda estavamos na fila para entregar novamente as malas.
Entregou-se a bagagem e novamente fomos para o controlo de fronteiras, após um carimbo extra no passaporte lá estava a correr para o avião. Este contou com um simpático extra, ou melhor 1:30 extra de espera para que levantasse!
As peripécias não findaram aí. No avião não estava com a Patrícia, tive de usar o meu charme para convencer um chinês desconhecedor do inglês a trocar de lugar. Ao qual se seguiu uma hospedeira que na melhor das hipóteses deteria ter tido um acidente cerebral há horas atrás dada a qualidade do seu atendimento. Se por um lado contava com umas feições agradáveis tudo o resto era desprezível. A começar com exigências ridículas que fazia (como pedir ao italiano que desligasse o MP3 a meio do voo, e quando ele disse ...é um MP3...ela saiu a correr sem uma nem duas) e a acabar no episódio de ter despejado água nos meus calções (nas virilhas) e a pedir desculpa e espalhar com a mão a água. Aqui a situação teve contornos cómicos e macabros. Por um lado a Patrícia a olhar incrédula enquanto a mulher me massajava a virilha por outro eu a pensar que seria bem melhor se ela usasse essas maravilhas da tecnologia chamados guardanapos. Enfim, uma viagem deprimentemente cómica que demorou bem a passar até aterrarmos em Itália onde finalmente dormimos um pouco antes de voltar ao sossego do lar...

Lua-de-mel 27

O aeroporto de Denpasar será o local de espera para quem está a deixar bali. Aqui parece que é de se ficar chocado. Primeiro, havendo uma ligação em Xangai, para Roma, estaria-se à espera que fossem atribuídos dois bilhetes. No entanto isso não aconteceu, o que criou logo algum problema latente para Xangai.
Mesmo assim, não seguindo sem referir outros problemas, saliento o facto de se ter de pagar 150.000Rp (15€) de taxa de passageiro. Aqui pergunto,não seria mais fácil de integrar esse valor no bilhete? Parece deverras ridiculo.
Mesmo assim o pior ainda estaria para vir. Com um vôo as 3:40 seria bom ter lugar para pelo menos estar sentado. Algo que foi uma miragem. E por fim, nada superou o cheiro a urina e dejectos que se viam pelos cantos. Carinhosamente deixados por ratos que passeavam pelo aeroporto aquela hora.

sábado, 6 de julho de 2013

Lua-de-mel 26

Felizmente a nossa espera foi algo mais curta que o esperado. Decidimos passear um pouco e fomos ao Arma e acabamos por ir comer a um restaurante italiano que prima pelos saborosos sumos de fruta, nomeadamente o de manga.
A hora de seguir para o aeroporto aproximava-se mas deu ainda tempo para um último mimo, um tratamento de reflexologia.
Claramente uma bela ideia, casa...aqui vamos!

Lua-de-mel 25

Dado não querermos fazer passeios durante o dia de hoje, e como já vageamos bastante pela cidade estamos a fazer horas. Infelizmente ao pouco fazer o tempo tem a teimosa opinião de se deixar estar e não seguir a sua viagem. Resta então arranjar ocupação em tudo e em nada. O que resta é ler algumas coisas,
ver um filme ou apreciar os transeundes deslocarem-se pela rua. Suponho que será uma espera longa.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Lua-de-mel 24

Chegado ao penúltimo dia em Ubud, resta-me rever algumas coisas.
No ponto dos taxistas, desde que saímos de casa, até nos deitarmos, tivemos 62 pessoas a perguntarem se queríamos um taxi. E sublinho que ainda tivemos no quarto a ver um filme de manhã  e outro à tarde. Por isso é uma boa média.
De resto, como já vimos muita coisa, estamos só a relaxar e apreciar as pessoas e a cultura. Hoje rumamos para o aeroporto e para o início de uma longa viagem para casa.
De facto o tempo bem passado passa depressa e logo teremos que retornar à labuta e ao que deixamos na pátria. Que aparentemente também passa por ministros não aguntarem em funções sem a nossa presença.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Lua-de-mel 23



Ubud conta com um santuário de macacos mesmo ao pé do hotel. Basicamente consiste num jardim de generosas dimensões e com árvores imponentes. Por entre este canto verde rondam mais de 500 macacos a  usufruir de bananas dadas por turistas. Ora o mais interessante é que logo à entrada é indicado que os macacos podem ter omportamentos imprevisíveis e que se eles vierem atrás de comida nossa, devemos dar-lhes.
Tive neste momento um curioso episódio, enquanto estava a tirar uma foto à Patrícia um macaco trepou poruma estátua onde estava encostado, sobe para cima de mim e agarra-me a fivela da máquina para a levar. Ora como eu não sou muito de seguir cegamente regras não ia deixar a minha máquina ir. Comecei então a gentilmente empurrar o dito macaco para o chão. Afinal não o queria magoar, mas certamente não o deixaria levar a máquina. Ele bem, se agarrou mas eu fui bem mais teimoso e passou-lhe a maluqueira.
A Patrícia olhou-me com alguma surpresa mas a coisa logo passou e seguimos o nosso passeio...

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Lua-de-mel 22



Depois de uma viagem mais curta do que pensei, estamos já em Ubud. A terra por onde passou a história de Eat, Pray, Love é conhecida pelas massagens e lojas. Tenho a dizer que em relação a este último ponto é mesmo verdade. Fiquei banzo com a quantidade e qualidade de lojas. E muitas poriam no canto qualquer loja que tenhamos em Portugal.
Mas não é só o que se vê em Ubud. Há de 10 em 10 metros alguém a oferecer os serviços de taxista. Entre os taxistas temos também alguém a oferecer massagens. Mas os que mais gostei foi o trabalho em madeira. Que é certamente algo de encher as medidas.

Lua-de-mel 21

Está terminada a nossa passagem por Lombok. Estamos agora no porto à espera do barco que nos leve a Bali. Seguimos depois para Ubud para mais algum reconhecimento das terras de Bali. No entanto agora para além da pesada bagagem temos também o pesado calor que se faz sentir.
Espero que a viagem não peque por ser longa
e que logo, logo chegemos ao nosso destino.

Lua-de-mel 20

O final do dia de ontem foi bem gostoso. No nosso último jantar em Lombok, contamos com um jantar musical no hotel. Surpresa das surpresas o cantor chamou a Patricia para ela cantar. Apesar da vergonha, ela fez um brilharete cantando...i love you baby, to warm the loleny nights....
E a seguir, como não queria que a minha mulher se sentisse malfui cantar o summertime, com letra algo improvisada.
Tivemos um pequeno mimo do dono do hotel, o sr. Marcel, umas taças de vinho branco australiano e um profundo e sincero obrigado dele.
Que belo serão.

Lua-de-mel 19

Os dias em Lombok terminam, assim como este retiro pela Ásia. Passaremos ainda por Ubud, em Bali, mas será uma passagem curta, rumando depois para o ocidente numa longa viagem de regresso.
Já tratamos de algumas recordações, mas estamos a deixar para Ubud compras, assim como a realização de massagens, as quais prometem ser baratas.
Tenho gostado bastante das pessoas, embora a Indonésia não seja dos locais mais limpos, ainda para mais comparando com a Tailândia (como já tinha referido), as pessoas são extremamente afáveis e relaxadas.
Graças a este bom ambiente, vai estes dias a passarem a correr, algo que só posso ver com bons olhos, pois o tempo só nos foge por entre os dedos quando estamos ocupados a viver.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Lua-de-mel 18 - Puri Mas Resort Lombok

Tenho que recomendar vivamente este resort. O Puri Mas Resort é bem bom para o preço que tem. Começando pelas instalações. O nosso quarto tem uma excelente área e conta com um quarto de banho ao ar livre (na zona do banho) o que torna muito proveitoso quando chove neste tempo quente. Além disso, no nosso alpendre contamos com um sofá, uma escrivaninha, e uma segunda cama de casal, para saborear o fim de dia.
A tudo isto somam-se pormenores como chinelos, sarongs (panos para tapar as pernas, indispensáveis para visitas a templos.
Fica-se também deliciado com o serviço. Logo à chegada tivemos um cocktail e uma cesta de fruta.
Todos os funcionários são super simpáticos, sempre com um sorriso e disponíveis para ajudar nas coisas mais pequenas.
Muito mais podia dizer, mas acho que farei melhor em ir-me banhar para a piscina.

domingo, 30 de junho de 2013

Lua-de-mel 17

No seguimento da nossa aventura em Mataram, decidimos passar pelo complexo de Spa do hotel, onde o sr. Marcel trata também de alguns animais. Fomos então deambular pelos jardins e ver os animais, dos quais saliento pavoes, cobras e umas corças, uma das quais insistia em vir para ao pé de mim para lhe fazer festas, as quais foram prontamente atribuídas.
Uma bela tarde que findou com um por de sol na piscina e uma chuva torrencial na cabeça. Algo bem agradavel graças a este clima tao distinto do nosso.

Lua-de-mel 16



O dia de hoje foi recheado. Começamos por ver um templo em Senggigi, e após a visita eu e a Patrícia partilhamos a mesma opinião. Na Tailândia o culto é mais organizado e limpo. Obviamente temos diferentes religiões, mas a forma como são praticadas é mais desorganizada, mais suja até. Algo que se vê em pormenores como o lixo que as pessoas deixam no chão.
E como o dia ainda tinha muito para dar, fomos a Mataram, à capital de Lombok. Algo confusa, quente e pesada sem praticamente nada para um turista ver. Vageamos sobre o sol no grande mercado e após alguma luta fomos comer a um restaurante de sushi.
Em suma nada de especial, onde tivemos um ponto alto. Um taxista que de uma maneira bem cordeal veio queixar-se que tínhamos lhe dado dinheiro a menos. Para me dar 5000 rupias, e como não tinha notas pequenas, dei-lhe 15000 rupias para ele me dar uma nota de 20000. Passado cinco minutos aparece o taxista na loja onde estávamos, trocou dinheiro, pediu-me a nota de 20000, deu-me os 15000 e finalmente deu-me uma nota de 5000. Só me dia e dizia-lhe "it's the same". Mas ele, contente com o reequilíbrio da ordem mundial, foi para o carro e desapareceu no trânsito da cidade. Gente letrada esta....

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Lua-de-mel 15



Pela recantos deste calmo lugar, tenho tido a capacidade de recuperar o corpo. Relaxar e encher-me de energia. Tentar acumolar forças para as dificuldades que aparecem à frente. Nisso parece que estou no lugar óptimo e com a melhor companhia.
Até a chuva que cai ao final da tarde lava tudo e deixa a mente calma e aberta. A vontade que surje até me leva a pensar ter um ninho como este e
esquecer tudo o resto. Mas isso talvez seja um dia, hoje não.