quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Serenata

Ontem tive uma actividade que me matou muitas saudades e me deixou com outras tantas.
Fui com amigos meus da tuna para fazer uma serenata a uma minina muito especial de um de nós.
O local foi Valongo e como de costume chegamos a horas ao local (ou não). De qualquer modo não tardamos e lá fomos para cantar e encantar (optimismo). Mas como todas as coisas boas, depressa tinhamos acabado e dado que muitos de nós, no dia seguinte tinham mais responsabilidades que a cama pensamos em regressar aos poisos.
É claro que como sempre tunos que tunos são não podem ir para o leito sem estarem satisfeitos, como tal fomos procurar sustento. E graças aos alargados conhecimentos geográficos do Manu fomos parar a uma pastelaria naquelas horas tardias.

Aqui tenho de salientar dois temas. Um era a panóplia de bolos que tinhamos à nossa disposição e a outra era a quantidade absurda de palavrões que o pasteleiro conseguia debitar por minuto. Uma autentica máquina!

Mas depois da comida lá voltamos para casa, e quando acordei no dia seguinte lá disse a minha tão familiar frase: "Mas porque é que eu me deitei tão tarde?"...no entanto é sempre tão bom teimar comigo mesmo :)
Isso e a companhia dos amigos que tenho na tuna.....