segunda-feira, 27 de junho de 2011

Cancro da próstata - cura na mira?

Num artigo que me saltou para cima vi algo bastante interessante e que é extremamente inspirador. Estarem já a testar em ratos uma vacina para curar o cancro da próstata, sendo que se espera que em 2 anos comecem ensaios clínicos em humanos.
Não há dúvida...boas notícias!

(imagem obtida em DailyTech)

sábado, 25 de junho de 2011

Company adimove

E estou pelo rivoli para ver dança contemporânea. Upa upa

As repas...

E como a vida passa e o cabelo cresce, volta e meia é preciso aparar a juba para não ter tanto calor, ainda para mais porque tenho pedalado e também porque as férias estão a chegar....
Numa nota, este post tem o dedo do meu telemóvel.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Work bike tour 5

Um aspecto que me faz sorrir, apesar do pequeno contratempo que representa é o vento. Ainda para mais na altura que tenho sentido. Nas viagens de almoço para casa, que são a descer, o vento no peito faz-se sentir significativamente. Se por um lado é agradável refrescar um pouco com a temperatura que se faz sentir para evitar o suor, já a minha velocidade é prejudicada.
Ora o que me passa pela cabeça é, nem a descer isto é fácil, é mesmo para sair daqui com pernas rijas!
Talvez um dia pense numa solução como encontrei nesta imagem...(que já agora encontrei na net e é da autoria de Dahou)

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Work bike tour 4

O trajecto de casa-trabalho que sigo é bem simples. Basicamente é como o já se ouviu nalgum sítio: segue, segue, segue. Fico-me por subir e descer a avenida da Boavista até à rotunda e utilizar o parque da empresa para estacionar o meu bólide. No fundo são 4 viagens para me dar ao luxo de ir comer a casa, o que no meu entender, é sempre positivo.
Além disso, não sei se é por ter mais tempo, mas estou-me a aperceber que há muita gente a andar de bicicleta por estas alturas. Será que o preço da gasolina está a mudar os hábitos para actividades mais saudáveis e ecológicas?

Aqui está o meu percurso, eu até adicionava uma imagem...mas devido a dificuldades técnicas não pode ser :)
http://www.gmap-pedometer.com/?r=4595717

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Work bike tour 3

Seguiu-se então a procura por um veículo mais apropriado à viagem que tenho feito diariamente. As directrizes não eram muitas, um veículo mais leve, com rodas mais finas (não há utilidade para rodas largas de todo-o-terreno) e com muitas mudanças. Passei então pelos suspeitos do costume, Sportzone, Decathlon e afins. Até fui a uma feira do El Corte Inglés, mas aí só tinham bicicletas caríssimas e a maior parte era de BTT ou de ciclismo de estrada a sério.
Até porque não valia muito a pena estar a gastar assim tanto dinheiro para fazer 15 km diários, divididos por 4 viagens.
Fui então a uma loja mesmo ao pé da casa da música, a Altis, e foi aqui que encontrei uma bicicleta que reunia tudo o que cria, com uma coisa bem boa à mistura, um preço muito acessível face a todas as outras lojas que vi.
E assim fui, agora tenho um novo veículo, que até conta com uns extras de conta-quilómetros, selim de gel e suporte para carga. Resta-me agora uma imensa vontade de pedalar!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Work bike tour 2

Seguindo a linha das últimas notícias, posso actualizar o progresso das minhas incursões para o trabalho, que agora contam só com duas rodas e uma pessoa ensonada em cima da bicicleta.
O percurso começou com uma das bicicletas que tinha em casa, mais precisamente uma do Porto Bike Tour, a qual não estava a chegar para a encomenda. Afinal o que se pode esperar de uma bicicleta que em conjunto com outros adereços e a participação do dito evento, ficou por 50€. De 18 mudanças disponíveis só algumas é que estão funcionais, assim como o selim que não é dos mais confortáveis, passando pelo importante ponto de ser pesada.
Todos estes aspectos fazem com que seja urgente mudar de veículo para algo mais apropriado. Mesmo assim uma coisa deixa-me feliz. Inicialmente pensava que teria de precisar de uma bicicleta electrica, mas após estas experiências, chego à conclusão que as minhas pernas são mais que suficientes para as viagens, sem chegar a pingar como uma cascata.

domingo, 5 de junho de 2011

Work bike tour 1

Com a mudança de instalações no trabalho estou bem mais perto de casa. Basicamente a distância é metade e como tal decidi ter uma dferente abordagem. Em quê?

Depois de avaliar a abundância de lugares de estacionamento e não só, optei por ir de bicicleta para o trabalho. São um total de 14km que adiciono todos os dias às pernas. Os quais permitem ir a casa almoçar, estacionar no edifício, não me preocupar com o trânsito e, acima de tudo, fazer mais exercício.

O início está a ser com uma bicla que estava lá para casa, mas a qualidade é...inexistente. Metade das mudanças não entram, o veículo é pesado e não me inspira confiança.
Mesmo assim há um outro veículo na mira o qual facilitará as viagens, assim como dar mais prazer à viagem.

Algo para ir descrevendo nos próximos posts.


P.S.- Por isso tenham cuidado com os ciclistas e não ouçam aquelas músicas do género "Morte aos ciclistas"

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Domingo votar, segunda trabalhar...

É no que acredito, que temos muita capacidade, que nós portugueses temos muito de bom para oferecer e se realmente quisermos saímos de qualquer problema e lideramos. Para isso basta querer, mas querer muito.
Por isso no Domingo é algura para ir votar, e Segunda-feira, altura de trabalhar e levar o país para um sítio melhor!