quinta-feira, 13 de março de 2014

Açores 5



Que dia mais distinto do dia de ontem. Se ontem a chuva acompanhou o nosso percurso, hoje tivemos um bonito sol para vermos o Pico com outras cores. Fomos pela estrada central para visitar a lagoa do capitão, que fica mais no centro da ilha e tem uma beleza única. Apesar de não ser uma lagoa de grandes dimensões com o verde, a elevação face ao mar e a montanha do Pico ao pé é fácil de ficar perdido na beleza natural deste local.

Neste cenário é sempre uma boa ideia ir passear e ver um pouco mais de verde, sendo que com tantos percursos pedestres é mesmo isso a que se é convidado. Passear, ver natureza e pausar para uma refeição ligeira foi o guião da manhã.

Voltamos para perto da Madalena para descobrir a gruta da torre. Uma caverna com mais de 5km feita pelo corrimento de lava naquela zona da ilha. A particularidade da caverna é que foi premeditadamente deixada como foi encontrada, pelo que tirando o fraco foco que cada um levava, a escuridão é total. Bem diferente de qualquer escuridão que se procure numa iluminada cidade...

Depois desta visita voltamos para a Madalena, para ver ainda, na adega cooperativa, o que começou por ser a grande produção da ilha. A cooperativa não é pequena, mas fica muito aquém de explorações no continente. Devido a uma produção que sofre com os elementos e é muito inconstante, a quantidade de vinho é reduzida. Este ano tinham 100.000 litros para tratar, número que parece bem pequeno se visitarmos por exemplo uma cave de vinho do Porto.

De qualquer modo depois de tanto andar o repouso impôs-se, até para antever o regresso que se avizinha.



Nenhum comentário: