terça-feira, 11 de março de 2014

Açores 3

Os Açores maravilham-me, e mais ainda por ver estas diferentes ilhas que apesar de pequenas são tão diversas. O barco do Faial para o Pico não demorou muito, mas foi mais abalado que as últimas viagens que fizemos. Nada que uma pequena sesta não ajudasse a rapidamente passar.
O Pico, maior que o Faial, tem muito para partilhar, e algo que me desperta curiosidade é esta terra de vinho vulcânico, tão diferente do que estou habituado.
Foi esse vinho que se deu a descobrir em parte no museu de vinho. Com imensas castas que desde a descoberta da ilha lutam para exigir vida de uma difícil terra cheia de potencial.
Ainda para aproveitar o curto tempo nestas passagens, a estrada levou-nos a Arcos do Cachorro em que a lava que encontrava o mar deixou o que dizem ser um cachorro.
Posso dizer que o mais saboroso é a variedade de paisagens que existem em tão pouco espaço, sendo que bastam curtos minutos para chegar a qualquer parte da ilha.

Nenhum comentário: